domingo, 30 de setembro de 2018

Papa pede aos católicos de todo o mundo a oração do terço para "proteger a Igreja da divisão"


O Papa pediu no último dia 29 aos fiéis de todo mundo que rezem a oração do terço “todos os dias” durante o mês de outubro, convidando à “comunhão e penitência” como forma de “proteger a Igreja da divisão”.

Com efeito, recentemente, vivemos na Igreja situações difíceis, como contínuas denúncias de abuso sexual por parte do clero, das pessoas consagradas e dos leigos. O aumento dos abusos e divisões internas na Igreja, certamente, é favorecido pelo espírito maligno, “inimigo mortal da nossa natureza humana”.

Num comunicado divulgado esta manhã pela Sala de Imprensa da Santa Sé, o Papa apela à “Santa Mãe de Deus e ao Arcanjo Miguel para proteger a Igreja do diabo”, que procura o distanciamento “de Deus e dos outros”.

“Com este pedido de intercessão, o Santo Padre pede aos fiéis de todo o mundo que orem à Santa Mãe de Deus, coloquem a Igreja sob o seu manto protetor: preservá-la dos ataques do maligno, o grande acusador, e ao mesmo tempo sempre mais conscientes das falhas, dos erros, dos abusos cometidos no presente e no passado e comprometidos a lutar sem qualquer hesitação para que o mal não prevaleça”, pode ler-se no comunicado.

Enfim, o mal se manifesta de diversos modos, complicando a missão de evangelização da Igreja, chegando até a desacreditá-la. Em parte, a responsabilidade é nossa por deixarmo-nos levar pelas paixões e não pela verdadeira vida: a riqueza, a vaidade e o orgulho. Estes são os caminhos pelos quais o maligno nos seduz e nos arrasta para o mal, levando-nos a cometer ações perversas, como discórdias, mentiras etc.

O apelo de Francisco tinha sido divulgado ao diretor internacional da Rede Mundial de Oração para o Papa, o padre jesuíta Fréderic Fornos, dias antes do início da viagem aos países bálticos, entre 22 e 25 de setembro.

Dias antes o Papa tinha afirmado que apenas a oração pode derrotar o mal.

“Os místicos russos e os grandes santos de todas as tradições aconselham, em momentos de turbulência espiritual, para proteger-se sob o manto da Santa Mãe de Deus proferir a oração «Sub tuum praesidium»”.

«À Vossa proteção recorremos, ó Santa Mãe de Deus, não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre, de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita».

O Santo Padre pediu ainda que a oração do terço fosse concluída com a oração escrita por Leão XIII:

«São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demónio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós príncipe da milícia celeste, pelo Divino Poder, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas».
______________________________
Com informações: Ecclesia/ News.Va