sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Contra a manipulação da grande imprensa, promova mídias alternativas



O período eleitoral tem servido para revelar o quanto a grande imprensa brasileira abandonou a ética jornalística, atuando de forma gritante em favor de interesses políticos e ideológicos que aos poucos vão sendo revelados, graças a contribuição significativa de pequenas mídias alternativas, como sites, blogs e pensadores independentes.

A indignação com o ativismo ideológico de grandes veículos "jornalísticos" não pode ficar restrita aos comentários nas redes sociais. É louvável esse tipo de manifestação, mas ele não é tudo e está longe de causar impacto positivo em prol do bom jornalismo.

É preciso compreender que a grande mídia está se moldando aos novos padrões de captação financeira, como através de assinaturas digitais e anúncios patrocinados online, exibidos em suas páginas sempre que você clica para ler uma notícia.

Veículos de grande porte, como os exibidos na imagem acima, possuem milhões de acessos por dia, fluxo esse que se reverte em lucro através da propaganda. Ou seja, ainda que você não tenha uma assinatura digital ou física, a sua audiência permanente contribui para a sustentação desses veículos.

Se você concorda que a grande mídia no Brasil deixou de fazer o seu papel, comprometida com a transmissão de informações imparciais acerca dos fatos, a melhor forma de protestar e fazer com que esses veículos sintam o peso desse protesto é não compartilhando seus conteúdos. Não clicando em anúncios e, principalmente, não fazendo qualquer tipo de transação comercial (assinaturas).
Você pode tomar conhecimento dos fatos, também, por esses canais, mas se entende que há manipulação de interesses, não promova. Ao invés disso, apoie mídias que expõem a verdade. Para fazer isso, basta compartilhar e incentivar outros a fazerem o mesmo, pois assim você ajuda na disseminação do contraditório.

Seu apoio é fundamental também para o incentivo de quem está interessado na verdade, contribuindo não apenas moralmente, mas até financeiramente através da sua audiência. Esse é o meio pelo qual pequenos sites, blogs e formadores de opinião independentes mantém seus trabalhos, exatamente do mesmo jeito que os demais veículos.

Se você entende a importância disso em nosso atual contexto, reconhecendo como a mídia alternativa está contribuindo para apresentar inúmeros contrapontos acerca dos mais variados assuntos, ajude a promover essa modalidade de informação. Compartilhe, curta, comente, leia e se informe. Podemos não ser perfeitos, mas estamos tentando contribuir.
____________________
Opinião Crítica