sábado, 22 de setembro de 2018

Papa Francisco envia mensagem ao Círio de Nazaré


O Papa Francisco enviou uma mensagem na qual saúda todos os fiéis que participarão do Círio de Nazaré, o qual acontece anualmente no segundo domingo de outubro, neste ano, dia 14 do próximo mês.

A mensagem, assinada pelo Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, em nome do Santo Padre, expressa a saudação do Pontífice “os fiéis reunidos na querida Arquidiocese de Belém do Pará, vindos de todos os cantos da Amazônia, para agradecer e renovar aos pés da sua amada Padroeira Senhora de Nazaré, seus pedidos”.

Entre esses pedidos, Francisco sublinha o da intercessão da Virgem “pelos trabalhos preparatórios para o Sínodo Extraordinário dos Bispos para a Amazônia”, que está previsto para ocorrer em outubro de 2019.

Confira:

“Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo de Belém do Pará

Por ocasião das celebrações do Círio de Nazaré, o Papa Francisco saúda os fiéis reunidos na querida Arquidiocese de Belém do Pará, vindos de todos os cantos da Amazônia, para agradecer e renovar aos pés da sua amada Padroeira Senhora de Nazaré, seus pedidos, entre os quais a Sua intercessão pelos trabalhos preparatórios para o Sínodo Extraordinário dos Bispos para a Amazônia. Unido espiritualmente a todos e cada um, o Santo Padre convida-lhes a seguir o exemplo de nossa Mãe do Céu que viveu como ninguém as bem-aventuranças de Jesus(…); (Ela) a mais abençoada dos santos entre os santos, Aquela que nos mostra o caminho da santidade e nos acompanha. E, quando caímos, não aceita deixar-nos por terra e, às vezes, leva-nos nos seus braços sem nos julgar. Conversar com Ela consola-nos, liberta-nos, santifica-nos. A mãe não necessita de muitas palavras, não precisa que nos esforcemos demasiado para Lhe explicar o que se passa conosco. É suficiente sussurrar uma vez e outra: “Ave Maria…”. (Exort. ap. Gaudete et exsultate, 176), pois quem deste modo dirige para Ela o olhar não perde a serenidade, por mais difíceis que sejam as provas da vida. Ao dar-nos o Salvador do mundo, Maria é a fonte viva da esperança; portanto, a esta fonte possam voltar a cada dia, como peregrinos confiantes, para haurir fé e conforto, alegria e amor, segurança e paz. Com estes sentimentos e votos, o Papa Francisco concede-lhes uma propiciadora Bênção Apostólica, pedindo também que, por favor, não deixem de rezar por ele.

Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado”.

Unindo-me aos votos, asseguro-lhe minhas orações.

Mons. Josep LI. Serrano
Encarregado de Negócios a.i.
________________________________________
Com informações: ACI Digital/ Arquidiocese de Belém