quinta-feira, 13 de setembro de 2018

“Eu quero o controle social e o fim da ilusão moralista católica”, afirma Ciro Gomes


Ciro Gomes, candidato à Presidência pelo PDT, já atacou e debochou da fé cristã durante algumas declarações públicas.

O Presidenciável que já esteve envolvido em diversas polêmicas, entre elas, agressões verbais a cidadãos, intimidações ao Juiz Sérgio Moro e ameaças ideológicas a Igreja Católica — também já se posicionou contra a moral judaico-cristã — rotulando Jesus Cristo como “Anjo Vingador”.

O discurso do ex-governador do Ceará foi dito em uma roda de bate papo com professores e alunos universitários. Ciro, além de agredir a moral cristã e desmoralizar a figura o valor de Jesus Cristo — afirmou [com novos conceitos e subterfúgios, típica atitude da nova era intelectual da esquerda] que irá realizar um Controle Social profundo no Brasil.

Em outras palavras, o controle social quer dizer: ditadura do proletariado. Neste contexto, é a plena destruição da igreja e dos valores cristãos; fim da liberdade de imprensa; fim da liberdade de expressão e fim da iniciativa privada; recursos tipicamente de um poder ditatorial comunista.

Ontem (10), na divulgação da pesquisa Datafolha, Ciro Gomes subiu de 10% para 13%, o que gerou preocupação entre os integrantes do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF).

O candidato à Presidência pelo PDT tem dito publicamente que, como presidente, vai colocar os investigadores numa caixinha.

Assista ao vídeo clicando aqui.
_____________________
Conexão Política