quarta-feira, 19 de setembro de 2018

CE: Santuário de Canindé repudia manifestação política ao final de Missa


O Santuário de Canindé no Ceará, divulgou nesta segunda-feira, 17 de setembro, uma nota de repúdio a uma manifestação pró-Lula, feita neste domingo, 16, após uma missa, na Quadra da Gruta, próximo a Basília de São Francisco. O local estava cheio de fieis, grande parte vindos de Fortaleza, numa tradicional moto romaria.

Segundo a mídia local, ao final da celebração Eucarística na gruta de Nossa Senhora de Lourdes do Santuário de Canindé, um homem não identificado pediu para usar o microfone a fim de dar um aviso. Entretanto, o indivíduo convidou os presentes para um ato intitulado ‘Lula Livre’, em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde abril: "Eu queria convidar a todos vocês a hoje a noite, participar da manifestação Lula Livre". A reação do público foi imediata, logo dezenas de pessoas gritaram o nome do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, do PSL e a palavra "mito", uma referência clara ao candidato.

A nota que o Santuário divulgou, foi assinada por Frei Marconi Lins: "Pessoalmente, tentei chegar rapidamente ao lugar, pois a Santa Missa foi celebrada por um padre visitante, mas a multidão já estava se dispersando e não foi possível usar do microfone para chamar à atenção do uso político e desrespeito para o recinto sagrado".

O Frei lembrou que não é a primeira vez que esse tipo de incidente acontece nas imediações do Santuário. Uma referência ao tumulto que a presença de José Serra (PSDB) numa missa também gruta casou. O político foi até hostilizado por um grupo de militantes do PT. 

Em um trecho da nota, Frei Marconi destaca: "Em nome da Fraternidade Franciscana da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil, que cuida pastoralmente e administra o Santuário de São Francisco das Chagas, da Arquidiocese de Fortaleza, vimos manifestar publicamente nosso repúdio e total desaprovação ao deplorável acontecimento, tanto por parte do que usou o microfone irresponsavelmente e  desrespeitosamente, quanto pela atitude inconsequente de centenas de pessoas, que terminada a Santa Missa, depois de ouvirem a Palavra do Senhor e comungarem Seu Corpo e Sangue, ao invés de terem sentimentos de Cristo (cf. Fl 2,5), deixaram-se levar por sentimento de ódio e revanche negando o ensinamento do Senhor que não admite o ódio e a violência entre os que se dizem cristãos".

Na nota, divulgada em 17 de setembro, o Santuário recorda que neste dia foi celebrada a “Impressão das Chagas de nosso Pai São Francisco”, santo cuja festa se aproxima, e assinala o tema das festividades, “Senhor, fazei-me instrumento de Vossa Paz”.

Nesse sentido, manifesta que “o Santuário de São Francisco da Chagas de Canindé, alma franciscana do Brasil, será sempre lugar onde se ouve o Evangelho do Senhor, que nos envia, como enviou São Francisco, para restaurar a vida humana ameaçada pela globalização da indiferença em relação ao sofrimento do próximo, sobretudo dos pobres e excluídos, como nos chama também a atenção o Papa Francisco”.

Em nota, o presidente do PT de Canindé, Ilomar Vasconcelos, afirmou que nenhum membro do partido provocou a manifestação e disse: "Afirmamos também que a montagem desse incidente foi tão clara, visto não existir nenhum Ato Lula Livre programado em Canindé ou em qualquer lugar do Ceará para a noite ou no dia de ontem".
____________________________________
Com informações: Portal Atualizei/ ACI Digital