domingo, 30 de setembro de 2018

Comissão de Textos Litúrgicos continua tradução da revisão do missal romano


Terminou na quinta-feira, 27, a reunião da Comissão Episcopal de Textos Litúrgicos (Cetel) que faz a revisão da tradução do Missal Romano. O grupo esteve na sede da CNBB, em Brasília (DF) desde o dia 25, terça-feira, para dar continuidade ao trabalho, de modo especial às missas votivas e às missas pelos defuntos.

Segundo o presidente da Comissão para a Liturgia da CNBB, dom Armando Bucciol, o grupo já está na fase final do processo. “Essa última parte é bastante exigente e comprida, mas esperamos que na próxima etapa, no mês de novembro, a gente termine o nosso trabalho”, disse.

Padre Leonardo Pinheiro, assessor da Comissão afirmou que o grupo tem dado prosseguimento ao trabalho “bonito” e “exaustivo”. Ele explica que apesar de faltar pouco para a conclusão da tradução, as últimas partes precisarão ainda, depois de todo o processo, passar por uma revisão criteriosa e ser apresentado aos bispos de todo o Brasil, na próxima Assembleia Geral da CNBB, a ser realizada em abril do próximo ano. 

“A gente fica de fato muito contente porque é um trabalho que já vem se desenvolvendo há 11 anos, então com esperança esperamos que os trabalhos sejam concluídos para que possamos oferecer para a Igreja no Brasil a próxima edição do missal romano”, afirma o padre Leonardo.

A próxima reunião da Comissão, última de 2018, acontecerá no mês de novembro. Dessa participaram além do padre Leonardo e do dom Armando, o bispo auxiliar de Brasília, dom José Aparecido Gonçalves; o arcebispo de Belém, dom Alberto Taveira Corrêa; o bispo de Santa Cruz do Sul, dom Aloísio Dilli; o bispo emérito de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha; o bispo de Cornélio Procópio, dom Manoel João Francisco e o padre José Weber.
___________________
CNBB