quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Criança Esperança ganha mais duas mobilizadoras pró-aborto e registra queda na arrecadação

Duas caras: atriz defende morte de nascituros indefesos pelo aborto e pede dinheiro para crianças indefesas em projeto do Unicef.

O Criança Esperança ganhou para esta  edição vinte novos mobilizadores, destes, duas atrizes com histórico de militância pró-aborto. São as artistas Astrid Fontenele e Camila Pitanga.

Também é mobilizadora pelo quarto ano consecutivo a atriz Leandra Leal que defende indiscriminadamente o aborto. 

Em 2014 a atriz protagonizou uma campanha na Revista TRIP defendendo o aborto. “Precisamos falar sobre o aborto”, dizia a atriz à época. Segundo Leal, a mulher tem o direito sobre seu corpo em todos os aspectos.  “Temos o direito de decidir”, afirma se referindo ao aborto, que é a morte deliberada  de bebês no ventre realizada com o consentimento da mãe.

Em maio deste ano, o site TV Foco, repercutiu a opinião da atriz apresentadora do Criança Esperança favorável ao aborto. “Não PL 1316 da Alerj que obriga médicos e agentes de saúde a notificarem a polícia quando uma mulher chegar com complicações pós-aborto. Aborto NÃO É caso de polícia! #foraPL1316″.

Quem também defendeu com veemência o direito de mães porem fim à vida do nascituro em seus ventres foi a atriz  Julia Lemmertz. Em novembro do ano passado a atriz protagonizou um vídeo que além da defesa do aborto ridicularizava a gravidez virginal de Maria, Mãe de Jesus.  A atriz  participou mais uma vez do Criança Esperança deste ano.

Queda de Arrecadação


O projeto Criança Esperança, uma parceria entre a Rede Globo e a Unesco, registra queda na arrecadação de doações nos últimos anos.

Em 2015, o programa conseguiu a marca recorde de 22 milhões de reais, mas nos dois anos seguintes a arrecadação despencou.

No acumulado dos últimos cinco anos, o Criança Esperança arrecadou 52 milhões de reais a menos comparado ao Teleton, projeto de arrecadação da AACD em parceria com o SBT.

Em 2017, o Teleton arrecadou 9 milhões de reais a mais que o Criança Esperança.  O programa de filantropia da Rede Globo registra neste sábado, dia 18, pouco mais de 6 milhões de reais. Ano passado o total da arrecadação  foi de 20 milhões de reais.
____________________
Ancoradouro/ O Povo