quinta-feira, 26 de julho de 2018

RJ: Ladrão invade igreja na Vila Kosmos e faz o sinal da cruz e rouba o sacrário na frente dos fieis

Assaltante teria agido tranquilamente na frente de outros fiéis, 

levando o objeto dentro de um carrinho e cobrindo-o com um saco de lixo


O sacrário da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Vila Kosmos, na Zona Norte da cidade, foi roubado, nesta quarta-feira. De acordo com relatos, um ladrão teria agido tranquilamente na frente de outros fiéis, levando o objeto, que guardava âmbulas com hóstias consagradas da igreja.

"O assaltante agiu de forma normal dentro de nossa paróquia. Saiu fazendo o sinal da cruz, cumprimentou algumas pessoas que estavam rezando e levou nosso sacrário em um carrinho. Cobriu-o com um saco de lixo preto", Bryan Caetano, coroinha da igreja, escreveu na página do Facebook do templo.

Por causa do roubo, a paróquia suspendeu todas as missas até a celebração de um ato de desagravo, marcado para às 19h30 desta quinta. 

"Sabemos que o sacrário não é um cofre e tão pouco é de ouro. Porém, na sua fragilidade, guarda o que há de mais precioso em nossa fé: a eucaristia (...) Foi uma agressão horrível cometida ao Santíssimo Sacramento (sacrilégio), que para nós é a presença real de Jesus, o centro de nossa vida cristã. Esse sacrilégio constitui uma ofensa grave a Deus e um profundo desrespeito à nossa fé católica. Vale a pena lembrar que, quem joga fora as hóstias consagradas, as subtrai ou conserva para si está cometendo um pecado mortal", o coroinha continuou.

Igrejas roubadas

A igreja fica na Vila Kosmos

Essa foi, pelo menos, a terceira igreja católica assaltada em menos de dois meses no Rio. No último 11 de junho, bandidos roubaram dízimo e doações da Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista, em Vila Isabel. No crime, os assaltantes teriam sido agressivos com padres, inclusive os ameaçando de morte.

Já no dia 19 de junho, duas âmbulas e uma luneta banhada a ouro foram furtadas da Paróquia de Nossa Senhora do Sagrado Coração, na Praça Seca. Na ocasião, um homem teria forçado a porta de uma capela da igreja para levar os objetos.
___________________
O Dia