sexta-feira, 13 de julho de 2018

O Espírito Santo e o Corpo de Cristo


O corpo do Cristo ressuscitado, agora à Direita do Pai, é pleno do Espírito Santo, é Seu Templo. É nesta santíssima humanidade do Senhor Jesus Cristo, humanidade toda glorificada, que o Santo Espírito habita!

Ora, nós entramos, mística, mas realmente, nesse Corpo pelo Batismo; e, misteriosamente, esse corpo é realmente a Igreja. Assim, batizados no Espírito, entramos na Igreja, Corpo e Esposa do Senhor Jesus. Sim, "fomos batizados num só Espírito para formarmos um só Corpo" (1Cor 12,13), participando do Corpo eucarístico do Senhor.

Do mesmo modo que habita no corpo pessoal do Cristo nos Céus, o Santo Espírito habita no Seu corpo eclesial, que é a Sua Igreja. Assim, o Espírito é a alma da Igreja, é como a seiva que mantém os ramos unidos ao tronco, é como a energia que vem da cabeça para os membros. Por isso, a Igreja realmente vive de Cristo, da Sua energia, da Sua presença no Espírito. Assim sendo, a Igreja jamais envelhecerá, jamais caducará, jamais passará. Ela é sempre nova, não por nossa causa, não por nossas idéias da última moda, mas devido à vida nova no Espírito que, vindo de Cristo, nos renova continuamente. Ela sempre será atraente, não porque dança e faz gracinhas, não porque dá desconto na fé e adocica o Evangelho do Cristo, mas porque é o "lugar", o "espaço", do Santo Espírito do Ressuscitado.

É o Espírito também Quem mantém a Igreja sempre unida, apesar da diversidade de pessoas, mentalidades, culturas, etc. "O Amor de Cristo (que é o Santo Espírito) nos uniu"...

É o Espírito Quem suscita um enorme número de carismas e ministérios, tudo isso para dar testemunho de que Jesus é o Senhor e edificar a Sua Igreja, sempre alicerçada no único fundamento: Cristo.

É o Espírito da Verdade Quem sustenta a Igreja na reta doutrina apostólica, iluminando o sagrado Magistério para que, na obediência à Palavra do Senhor, presente nas Escrituras e transmitida pela Tradição, testemunhe com segurança a perene e imutável fé da Igreja.

É o Espírito que faz a Igreja experimentar Jesus e sinta uma invencível necessidade de levar o Evangelho até os confins da terra, servindo a todos os homens de boa vontade a alegria da salvação.

É o Espírito Quem suscita continuamente na Igreja a saudade do seu Senhor e a faz exclamar, impaciente: "Vem, Senhor Jesus!"

Sem o Espírito, Jesus seria para nós somente um personagem do passado e a evangelização seria apenas a propagação de um doutrina ou de uma ideologia.

É o Espírito Quem nos faz experimentar Jesus vivo e vivificador, tornando-nos testemunhas dessa experiência viva...

É o Espírito Quem, escondendo-Se em mil rostos, vai plasmando em nós e na Igreja, o Rosto bendito de Jesus, até que Ele venha. Amém.


Dom Henrique Soares da Costa
Bispo de Palmares, PE