terça-feira, 24 de abril de 2018

Tribunal inglês rejeita transferência de Alfie Evans para a Itália



O Supremo Tribunal da Inglaterra rejeitou pela terceira vez o recurso de amparo dos pais de Alfie Evans e negou-lhes a possibilidade de levar seu filho para a Itália para que receba tratamento médico.

“Isso representa o capítulo final do caso deste extraordinário pequeno menino”, disse o juiz Anthony Hayden, do Supremo Tribunal, segundo informou a BBC de Londres neste dia 24 de abril.

Até o momento, Alfie permanece no hospital Alder Hey, em Liverpool. Os médicos lhe retiraram o suporte vital depois das 21h do dia 23 de abril. Entretanto, em vez de perder a vida, o pequeno começou a respirar por si mesmo. Em seguida, voltaram a administrar-lhe hidratação e oxigênio. 

A Itália concedeu a nacionalidade ao menino e, segundo informou a agência Efe, este país ainda tem um avião preparado com uma equipe médica que poderia viajar até a cidade de Liverpool (Inglaterra) para levá-lo a Roma.

Entretanto, não está claro quantos dias mais Alfie poderia sobreviver. Até o momento, tem desafiado toda expectativa para a medicina.

Na segunda-feira (23), o Papa Francisco renovou seu apelo para que o desejo dos pais do pequeno Alfie fosse atendido.
___________________________________
ACI Digital