sexta-feira, 20 de abril de 2018

México: Sacerdote é assassinado dentro de uma igreja


O Pe. Rubén Alcántara Díaz, vigário judicial da Diocese de Cuautitlán Izcalli (México), foi assassinado com uma arma branca dentro de uma igreja na quarta-feira, 18 de abril.

Com a morte do Pe. Rubén, já foram assassinados 22 sacerdotes desde 2012, informou o Centro Católico Multimedial.

Segundo os meios locais, a Procuradoria da Justiça no Estado do México confirmou que o assassinato ocorreu em 18 de abril às 19h. (hora local) na igreja de Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Cumbria.

Indicaram que o sacerdote de 50 anos foi esfaqueado por uma pessoa que fugiu após o crime e ainda não foi identificada.

As fontes oficiais não confirmaram se havia outras pessoas na igreja durante o homicídio.

Por sua parte, a Diocese de Cuautitlán Izcalli expressou a sua tristeza pela morte do sacerdote.

“Enquanto realizam as investigações pertinentes, pedimos a Deus pelo seu descanso eterno e peço a todos que se unam a esta intenção”, indica em um comunicado.

Do mesmo modo, o Secretário Geral da Conferência Episcopal Mexicana, Dom Alfonso Miranda, expressou em sua conta no Twitter as suas condolências pela morte do Pe. Alcántara Díaz e por “todas as vítimas da enorme violência no México. Deus nos ajude”.

O Arcebispo do México, Cardeal Carlos Aguiar Retes, também lamentou “com muito pesar o assassinato do sacerdote Ruben Álcantara Díaz, da diocese de Izcalli” e pediu que “a esperança na Ressurreição fortaleça os fiéis e o seu bispo”.

Em março de 2018, o Arcebispo de Cuernavaca, Dom Ramón Castro Castro, disse que o assassinato de sacerdotes no México é “um fenômeno muito triste e doloroso que obscureceu o horizonte do país”.

O Prelado encorajou os fiéis a lutarem para erradicar do país o câncer do crime organizado com o Evangelho, sempre buscando a paz e a justiça.
__________________________
ACI Digital