quarta-feira, 27 de julho de 2016

A Igreja ou assembleia do povo de Deus


A Igreja é chamada católica ou universal, porque está espalhada por todo o mundo, de uma à outra extremidade da terra, e porque universalmente e sem erro ensina toda a doutrina que os homens devem conhecer, sobre as coisas visíveis ou invisíveis, celestes ou terrestres. É chamada católica também, porque conduz ao verdadeiro culto toda a classe de homens, autoridades e súbditos, doutos e incultos. É católica finalmente porque cura e sara todo o género de pecados, tanto os internos como os externos, e possui todo o género de virtudes, qualquer que seja o seu nome, em obras e palavras e nos mais diversos dons espirituais.

Com toda a propriedade é chamada Igreja, quer dizer, assembleia convocada, porque convoca e reúne a todos na unidade, como diz o Senhor no Levítico: E convoca toda a assembleia diante da porta do Tabernáculo da Reunião. É de notar que a primeira vez que a Escritura emprega esta palavra «convoca» é precisamente nesta passagem, quando o Senhor constituiu a Aarão sumo sacerdote. E no Deuteronómio Deus diz a Moisés: Convoca o povo em assembleia: quero fazer-lhes ouvir as minhas palavras, para que aprendam a temer-Me. Também volta a mencionar o nome de Igreja quando diz acerca das tábuas da Lei: Nelas estavam escritas todas as palavras que o Senhor vos dirigiu na montanha do meio do fogo, no dia da igreja, isto é, da assembleia convocada. Como se dissesse mais abertamente: «No dia em que fostes reunidos, chamados pelo Senhor». Também o Salmista diz: Eu Vos darei graças, Senhor, na grande assembleia, eu Vos louvarei na presença de todo o povo. Já antes cantara o Salmista: Bendizei a Deus nas assembleias, bendizei ao Senhor nas solenidades de Israel.

Mas o Salvador edificou uma segunda Igreja, formada pelos gentios, a nossa santa Igreja dos cristãos, acerca da qual disse a Pedro: E sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do Inferno não prevalecerão contra ela.

Tendo, pois, sido rejeitada aquela Igreja única que estava na Judeia, daí em diante vão-se multiplicando por todo o mundo as Igrejas de Cristo, das quais se diz nos Salmos: Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor na assembleia dos santos. Com isto concorda o que disse o Profeta aos judeus: Eu já não tenho nenhuma complacência em vós, diz o Senhor dos Exércitos; e logo acrescenta: Por isso, do nascente ao poente o meu nome é glorificado entre as nações. Desta mesma santa Igreja Católica escreve Paulo a Timóteo: A fim de que saibas como deves comportar-te na Casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade.



Das Catequeses de São Cirilo de Jerusalém, bispo
(Cat. 18, 23-25: PG 33, 1043-1047) (Sec. IV)