Adsense Teste

sábado, 17 de dezembro de 2016

Síria: Franciscanos adiantam Missa de Natal em Aleppo por temor de ataques terroristas


O Pe. Ibrahim Sabbagh, sacerdote franciscano que vive na parte ocidental de Aleppo (Síria), expressou o temor de que grupos terroristas aproveitem a noite de Natal para realizar um ataque contra a minoria cristã e, portanto, a fim de evitar qualquer tragédia, dicidiram adiantar a Missa do Galo.

Em declarações publicadas ontem pela TV2000, o sacerdote transmitiu a surpresa da sua comunidade diante das notícias que asseguram que a guerra terminou, porque na noite anterior e durante o dia eles escutaram bombardeios na região ocidental “e caíram mísseis sobre a população, causando 7 vítimas mortais, entre elas 2 eram crianças, e 50 pessoas ficaram feridas”.

Nesse sentido, disse: “Temos tanto medo que definimos a data da celebração (do Natal) às 17h, porque nós queremos enviar as pessoas para suas casas o mais rápido possível. Temos medo de que alguma milícia esteja se preparando para lançar grandes mísseis na véspera do Natal e, assim, causar uma grande tragédia”.

O Pe. Ibrahim indicou que devido a esta situação, é difícil comunicar-se com a região oriental da cidade. “Infelizmente, não tivemos contato com ninguém. Todas as linhas telefônicas, telefones celulares, incluindo a internet não funcionam e não há outra maneira de entrar em contato com as pessoas, não sabemos o que está acontecendo”, expressou.

Evacuação de civis

Na madrugada desta quinta-feira realizaram uma nova trégua entre o exército sírio e os grupos rebeldes e jihadistas que permitiram evacuar cerca de 50.000 civis da região oriental de Aleppo.

A Cruz Vermelha Internacional informou que já foram transferidas para a região ocidental aproximadamente mil pessoas, entre elas 300 crianças e 28 pessoas feridas, através do corredor humanitário de Al Ramusa-Ameriya.
_____________________________
ACI Digital