segunda-feira, 28 de maio de 2018

BA: Militantes do PT lotam Missa no Santuário em solidariedade ao ex-presidente Lula


No início da manhã deste sábado (26) centenas de militantes do Partido dos Trabalhadores (PT) de diversos municípios da região Oeste (BA) participaram de uma missa no Santuário do Bom Jesus da Lapa, para, de acordo com a organização, “rezar e orar em solidariedade ao ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva", preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, há quase dois meses.

Os petistas usando camisas vermelhas, com a frase “Lula Livre”, lotaram o salão da gruta do Bom Jesus da Lapa. 

Ao contrário do que ocorreu no Santuário de Aparecida (SP) que chegou a divulgar uma nota "contra toda e qualquer utilização do seu espaço para fins políticos ou ideológicos", desobedecida pelo próprio reitor do Santuário, o padre João Batista, tendo ele que pedir desculpas pelo ocorrido, no Santuário de Bom Jesus da Lapa não foi registrada nenhuma manifestação verbal de conteúdo político, uso de bandeiras ou faixas. Fotos foram tiradas ao final da missa pelos participantes. “Viemos aqui fazer nossas orações no pé do Bom Jesus, cada um de sua forma, de forma silenciosa a favor do nosso ex-presidente Lula. Esse momento é de fortalecimento, de renovação da nossa fé, onde cada um apresenta e pede do seu jeito. Aqui é um espaço onde todos apresentam a sua fé, por isso, estamos aqui”, disse um representante de Malhada.



Já um outro participante da região de Santa Maria da Vitória, destacou que muitas caravanas estavam prontas para participar do momento de oração em Bom Jesus da Lapa, no entanto, em função da falta de combustíveis ficou inviável a viagem. “Mesmo nesse momento de dificuldade que estamos vivendo, nessa crise, onde não temos como abastecer os carros, os companheiros se solidarizaram um com os outros, e conseguimos ainda chegar até aqui, tavam (sic) previstos muitos ônibus, prefeitos e representações do governo . Queremos agradecer ao Santuário por ter nos deixado entrar na gruta, assistir à missa e fazer a nossa oração”, reconheceu.


A celebração foi normal, feita pelo Reitor do Santuário, Padre Devaldo, que seguiu rigorosamente todos os passos de uma missa comum, encerrando logo após o canto final. 
_________________________________________
Com informações: F: Notícias da Lapa/ Boquira em Ação