Adsense Teste

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Terroristas atacam igreja e morrem oito pessoas na Nigéria


Um grupo de homens armados disparou nos fiéis quando estavam entrando em uma igreja no domingo, 18 de setembro, na localidade de Kwamjilari, no estado de Borno, ao norte da Nigéria. O ataque causou a morte de oito pessoas.

Embora ainda não saibam quem cometeu este atentado, tudo indica que pode haver sido terroristas do Boko Haram, conforme informaram fontes locais na última segunda-feira.

De acordo com declarações do jornal nigeriano ‘Vanguard’, recolhidas pela agência EFE, “alguns fiéis estavam nos arredores da igreja e os homens armados abriram fogo e mataram oito pessoas".

O número de mortos não é definitivo, porque algumas testemunhas viram como muitas pessoas feridas fugiam para a floresta, pois segundo outro residente de Kwamjilari, “os agressores também atearam fogo nas casas e campos de milho que estavam quase prontos para a colheita”.

Em outro ataque perpetrado na mesma região nigeriana, aproximadamente 6 pessoas morreram em uma emboscada em um comboio comercial no estado de Borno, que estava escoltado pelas forças militares.

Acredita-se que este atentado também foi cometido por membros do grupo terrorista Boko Haram. 

A cidade de Kwamjilari, está localizada a 30 quilômetros de Chibok, onde em abril de 2014 o grupo Boko Haram sequestrou mais de 200 meninas. O estado de Borno é uma das regiões mais castigadas pelo terror do grupo terrorista.

O Boko Haram luta para impor um estado islâmico na Nigéria, ampliou sua zona de operações ao lago Chade, apesar da dificuldade do controle das fronteiras entre Nigéria, Camarões, Chade e Níger, onde cometeu dezenas de atentados suicidas.

Nos últimos anos, os terroristas assassinaram 12.000 pessoas segundo estimativas governamentais - embora outras fontes informem o dobro desse número - e obrigaram mais de 2,5 milhões de pessoas a fugir de seus lares.
__________________________________

ACI Digital