segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Nigéria: Papa aceita renúncia de bispo após oposição de sacerdotes devido à sua etnia



A Congregação para a Evangelização dos Povos da Santa Sé emitiu um comunicado informando que o Papa Francisco aceitou a renúncia de Dom Peter Ebere Okpaleke ao governo da Diocese de Ahiara, Nigéria.

“O Santo Padre, aceitando o pedido de Dom Peter Ebere Okpaleke, lhe permite não continuar sendo Bispo de Ahiara e, ao mesmo tempo, agradece pelo seu amor à Igreja”.

Em 21 de maio de 2013, Dom Peter Ebere Okpaleke foi nomeado Bispo de Ahiara, mas não foi bem acolhido por alguns sacerdotes, pois o Prelado pertence à etnia Mbaise.

A situação chegou ao ponto de o Papa Francisco se ver obrigado a ameaçar com uma suspensão addivinis aqueles sacerdotes que de 10 de junho a 9 de julho de 2017 não escrevessem uma carta pedindo perdão por seu comportamento.

Em junho e julho de 2017, o Pontífice recebeu 200 cartas de sacerdotes da mesma diocese nas quais asseguravam a sua obediência e fidelidade ao bispo, apesar das dificuldades que alguns sacerdotes argumentavam para trabalhar com ele.

Devido a este arrependimento, Francisco não queria sancionar canonicamente nenhum deles e pediu para que a Congregação para a Evangelização dos Povos respondesse a cada sacerdote.

Esta Congregação “exortou cada sacerdote a refletir sobre o grave dano infligido à Igreja de Cristo e desejou que no futuro nunca se repitam atos irracionais como este”. Também lhes pediu que tivessem “gestos de perdão e reconciliação” para com o Bispo. 

O Papa, segundo o comunicado, agradece aos sacerdotes, religiosos e fiéis e a todos aqueles que mostraram proximidade a Dom Ebere e o ajudaram através da oração. Além disso, agradece aos bispos da Conferência Episcopal da Nigéria pela ajuda prestada ao Bispo de Ahiara e “lhes envia uma Bênção Apostólica especial”.

Por enquanto, “o Santo Padre não pretende nomear um novo Bispo para Ahira, mas ele mesmo se reserva continuar com uma dedicação especial a essa diocese, pedindo a colaboração de Dom Lucius Iwejuru Ugorji, Bispo de Umuahia, como o novo Administrador Apostólico, ao qual concede todas as faculdades reservadas ao Ordinário”.
__________________________
ACI Digital