domingo, 30 de abril de 2017

Papa pede respeito pelos direitos humanos na Venezuela


Papa Francisco
REGINA COELI
Praça de São Pedro
domingo, 30 de abril, 2017


Queridos irmãos e irmãs,

não deixo de receber relatórios sobre a situação dramática na Venezuela e o agravamento dos confrontos, com muitos mortos, feridos e prisioneiros. Enquanto eu junto-me à dor das famílias das vítimas, para o qual eu garanto orações de sufrágio, dirijo um premente apelo ao Governo e a todas as partes da sociedade venezuelana de modo que seja evitada qualquer outra forma de violência, para que sejam respeitados os direitos humanos e busquem soluções negociadas à grave crise humanitária, social, política e econômica que está empobrecendo a população. Confiemos à Santíssima Virgem Maria a intenção de paz, reconciliação e democracia neste querido país. E oremos por todos os países que estão passando por sérias dificuldades, especialmente nestes dias para a Antiga República Iugoslava da Macedônia.

Ontem, em Verona, foi beatificada Leopoldina Naudet, fundadora das Irmãs da Sagrada Família. Educada na corte dos Habsburgos, pela primeira vez em Florença e depois em Viena, ela teve desde menina um forte compromisso com a oração, mas também para o serviço educativo. É consagrada a Deus e através de diferentes experiências, chegou a Verona para formar uma nova comunidade religiosa, sob a proteção da Sagrada Família, que ainda está viva na Igreja. Unimo-nos à sua alegria em ação de graças.

Hoje a Itália marca o Dia da Universidade Católica do Sagrado Coração. Encorajo-vos a apoiar esta importante instituição, que continua a investir na formação de jovens para melhorar o mundo.

A educação cristã é baseada na Palavra de Deus. É por isso que eu também gostaria de lembrar que hoje, na Polônia, é o "Domingo da Bíblia". Nas igrejas paroquiais, nas escolas e nos meios de comunicação é lida publicamente uma parte da Sagrada Escritura. Desejo tudo de melhor para esta iniciativa.

E vós, queridos amigos da Ação Católica no final deste encontro eu agradeço a sua presença! E através de vós, saúdo todos os seus grupos de igrejas, famílias, crianças e jovens, os jovens e os idosos. Vá em frente!

E agora a minha saudação aos peregrinos que neste momento se juntaram a nós para a oração mariana, especialmente aqueles que vieram da Espanha, Croácia, Alemanha e de Porto Rico. Juntos, a Maria nossa Mãe. Obrigado especialmente pela visita apostólica ao Egito que acabei de fazer. Peço ao Senhor que abençoe todas as pessoas egípcias, tão acolhedoras, autoridades e cristãos e muçulmanos; e conceda a paz a esse país.

Regina Caeli…
_______________________________

Santa Sé