Adsense Teste

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Dom Belisário: "Conta da crise não seja repassada aos pobres".


Dom José Belisário da Silva, arcebispo de São Luís, no Maranhão, participa da 55ª Assembleia geral da CNBB, em andamento em Aparecida (SP). Como já expresso pelo Episcopado, há grande preocupação por parte de toda a Igreja sobre a situação socioeconômica e política do Brasil. No momento em que se discute a reforma da Previdência e na iminência da greve geral convocada para sexta-feira 28/04), Dom Belisário reafirma, em entrevista, a apreensão pela perda de direitos adquiridos pelos brasileiros e se questiona: “Que tipo de reforma teremos?”.

Para o arcebispo, “a conta da crise econômica não pode ser repassada para os pobres”. 

“Vamos ter uma declaração, por ocasião do 1º de maio, como temos sempre feito quando cai durante a Assembleia, e naturalmente na declaração estas temáticas serão debatidas. Será expressa uma posição da nossa Assembleia a respeito da conjuntura nacional”. 

“Em relação às manifestações previstas para o dia 28, há uma certa imprevisibilidade, não sabemos se realmente o povo brasileiro irá às ruas, porque a mobilização não é tão fácil. Sinto que grande parte dos brasileiros estão desanimados. Todo mundo está trabalhando, produzindo, levando sua vida, às vezes chateados ou sem esperança. Eu digo o seguinte: ‘se houver manifestações significativas, quer dizer que o povo brasileiro tem esperanças’. E isto é muito importante. Vamos esperar e ver o que vai acontecer, vários bispos já se manifestaram a respeito destas manifestações”. 
___________________________

Rádio Vaticano