sexta-feira, 23 de novembro de 2018

CNBB lança nova tradução oficial da Bíblia


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou na última quarta, 21, a nova tradução oficial da Bíblia em português.

Conforme recomendação do Concílio Vaticano II, a tradução é baseada nos textos originais hebraicos, aramaicos e gregos e comparada com a Nova Vulgata, a tradução oficial católica em latim. A nova edição oficial servirá como referência para a Igreja no Brasil em suas futuras publicações, como lecionários litúrgicos e documentos.

O projeto começou em 2007 e, portanto, levou 11 anos para ser concluído. A coordenação de tradução e revisão foi realizada pelos padres Luís Henrique Eloy e Silva, Ney Brasil Pereira (in memoriam) e Johan Konings. Os professores pe. Cássio Murilo Dias, Paulo Jackson Nóbrega de Souza e Maria de Lourdes Lima colaboraram.

A equipe de coordenação de tradução e revisão da Bíblia da CNBB comunica:

“Seguimos de perto a nova tradução que, depois do Concílio Vaticano II, foi publicada, em latim, para a Igreja Católica inteira, a Nova Vulgata. Ao mesmo tempo, levamos em consideração a fluência e a beleza, para que o texto possa entrar facilmente no ouvido e ser guardado no coração como alimento espiritual. Ao tomar por modelo a Nova Vulgata, não traduzimos do latim, mas dos textos originais em hebraico, aramaico e grego, segundo os mesmos critérios que tinham sido adotados para a nova tradução latina. Outro distintivo é que o texto inteiro da Bíblia foi retomado pela equipe dos três principais colaboradores para garantir a homogeneidade da linguagem e do estilo”.

O lançamento oficial ocorreu pela manhã durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB, na sede provisória em Brasília. Ao final do evento, o presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha, agradeceu aos exegetas e a todos os que colaboraram no aprimoramento das várias edições da Bíblia da CNBB e, de modo especial, nesta nova tradução.

“Confiamos esta Bíblia Sagrada – Tradução Oficial da CNBB a Maria, Mãe da Igreja, discípula fiel do Senhor, que acolheu, meditou e cumpriu a Palavra”.
________________________
Aleteia