domingo, 9 de julho de 2017

Nossa Senhora de Itatí


Em 1615, dois missionários espanhóis (Irmão Alonso de Buenaventura e Irmão Luis de Bolanos), chegaram em Itatí, pequena aldeia às margens do rio Paraná onde fundaram uma missão; levavam consigo uma estátua da Virgem Santa e para ela construíram um pequeno oratório com seixos do rio.

Mas, alguns dias depois, o oratório foi saqueado pelos índios e a efígie de Maria desapareceu. Após o sumiço, dias mais tarde, duas crianças indígenas, da tribo dos Guaranis, quando desciam o rio Paraná, numa piroga, perceberam a estátua, entre as águas, sobre uma pedra do rio. Ela se apresentava bem mais bela do que antes, cingida por radiante luz. Os dois avisaram aos sacerdotes da missão; toda a aldeia veio, em procissão, acolher a Virgem, milagrosamente reencontrada.

Um santuário de verdade foi erigido para Nossa Senhora de Itatí e, pouco tempo depois, aconteceu um prodígio, que renovou-se inúmeras vezes, envolvendo a efígie de Nossa Senhora: eram transformações em seu rosto. A primeira ocorreu no Sábado Santo, em 1624.

Padre Gamarra, que oficiava naquele dia, dera o seu testemunho: o rosto da Virgem recebera um esplendor jamais visto até aquele dia, enquanto o Sacerdote entoava a antífona do "Regina Coeli". O Padre chamou, então, os indígenas da aldeia e todos sentiram e o mesmo encantamento: esta manifestação se estendeu até a primeira quinta-feira após a Páscoa, ocasião em que a face da imagem retomou o seu estado habitual. As transformações fascinantes do rosto da Virgem de Itatí foram presenciadas por, pelo menos, sessenta pessoas, sendo confirmadas por testemunhos e consignadas nos Anais do Santuário.

A Virgem de Itatí foi coroada no dia 16 de julho de 1900, por favor obtido do Papa Leão XIII. Em 1910, Nossa Senhora de Itatí foi aclamada como a Santa Padroeira da nova diocese criada, a Diocese de Corrientes. Atualmente, um magnífico santuário se ergue em Itatí, nesta pobre região para onde afluem numerosos peregrinos, muitos chegando de longe, a pé, alguns muito pobres, igualmente, mas ligados de forma filial e singela à Mãezinha do Céu. A festa de Nossa Senhora de Itatí é celebrada no dia 9 de julho.



Mãe e Senhora, Nossa Senhora de Itatí. Mais do que ninguém conhece nossas misérias e necessidades, sabemos que há muito a fazer, e cada um tem a sua própria tarefa, neste momento, em nosso tempo. Santíssima Mãe, interceda para que nós recebamos a força necessária para cooperar com a grande tarefa de mudar este nosso mundo, pondo todos um grão de areia. "Mulher, eis o teu filho!" Com estas palavras, ao encomendar-te o apóstolo João, e, com ele, todos os filhos da Igreja, estamos aqui reunidos em torno de vós, porque nós queremos dizer-te, Senhora, que aqui vibra o entusiasmo da juventude, aqui se eleva a súplica ao doente, por aqui passaram sacerdotes e religiosos, artistas e jornalistas, trabalhadores e pessoas de ciência, crianças e adultos, e nós vamos, em nome de todos eles, buscar refúgio em sua proteção maternal e implorar confiantes de sua intercessão junto aos desafios ocultos do futuro.