Adsense Teste

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Argentina: Picham igreja católica com lemas abortistas e insultos a Deus


Na terça-feira, 7 de novembro, a fachada da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, pertencente à Arquidiocese de Paraná, na Argentina, amanheceu com várias frases pichadas a favor do aborto e insultos a Deus.

Aborto legal” é uma das frases escritas pelos desconhecidos no templo na cidade de Crespo, localizada a 330 quilômetros ao norte de Buenos Aires.

O Vigário Paroquial, Pe. Julio Faes, percebeu o que havia ocorrido somente de manhã. A polícia começou a investigação depois da respectiva denúncia.


Segundo Pe. Faes, além do vandalismo ser doloroso é um “reflexo do que está ocorrendo e do que estamos vivendo na sociedade, onde o valor fundamental da vida deixa de existir, é uma sociedade que perdeu o seu rumo”, manifestou a ‘Radio Corazón’.

Quando um católico ou um cristão, em sua profissão de fé, diz e fala sobre a vida, não estamos sendo intolerantes, mas estamos proclamando o legado do Senhor. A vida do outro é um valor e não pode deixar de ser no ventre materno”.

De acordo com o sacerdote, as frases pichadas estariam relacionadas com a entrega de um pedido de revogação do ‘Protocolo do Aborto não punível’, apoiado com centenas de assinaturas, que quatro deputados apresentaram ao governo provincial há poucos dias.

O protocolo estipula que ante o risco de vida da mãe, a “inviabilidade fetal” ou uma violação, as autoridades da área de saúde devem prosseguir com o aborto.


Pe. Faes explicou que toda a comunidade está chocada e magoada, tanto católicos como evangélicos “se solidarizaram, todos se manifestaram”, pois “Crespo é uma comunidade com muitos valores, muita tradição”.

Convidamos a uma profunda reflexão e ver por onde estamos caminhando e também por onde devemos continuar caminhando”, concluiu.


A paróquia também expressou no Facebook: “Esperamos que a pessoa, ou o grupo de pessoas responsáveis por isso, possa pensar novamente a respeito dos danos causados a outros por pensar diferente. Rezamos para que possam pensar e arrepender-se do que fizeram”.

Por sua parte e em sua conta de Twitter, a sala de imprensa da Arquidiocese de Paraná assinalou: “Condenamos o que aconteceu na igreja paroquial de Crespo. Convidamos os fiéis a rezarem em desagravo a este vandalismo”.
__________________________

ACI Digital