sábado, 5 de agosto de 2017

Nossa Senhora das Neves (Santa Maria Maior)


Nossa Senhora das Neves é também conhecida como Santa Maria Maior. O título de Nossa Senhora das Neves é devido a uma antiga lenda segundo a qual um casal romano, que pedia à Virgem Maria luzes para saber como empregar a sua fortuna, recebeu em sonhos a mensagem de que Santa Maria desejava que lhe fosse dedicado um templo precisamente no lugar do monte Esquilino que aparecesse coberto de neve. 

Isto aconteceu na noite de 4 para 5 de agosto, em pleno verão: no dia seguinte, o terreno onde hoje se ergue a Basílica de Santa Maria Maior amanheceu inteiramente nevado.

No ano de 363 vivia em Roma um ilustre descendente de nobre família romana, o qual, não possuindo herdeiros, resolveu, em combinação com a esposa, consagrar sua imensa fortuna à glória de DEUS e em honra a Santíssima virgem MARIA.

Na noite de 4 para 5 de agosto estava pensando seriamente no assunto, quando a Rainha do Céu apareceu-lhe em sonhos e disse-lhe:

- "Edificar-me-eis uma basílica na colina de Roma que amanhã aparecerá coberta de neve".

Ora, nos dias 4 e 5 de agosto, é a época de maior calor na Itália. Mas no dia seguinte, devido a um estupendo milagre, o monte Esquilino estava coberto de neve.

A população da cidade acudiu ao lugar do prodígio e até mesmo o Papa Libério que recebeu a mesma revelação também em sonho, acompanhado de todo o clero, para lá se dirigiu.

Logo depois de iniciada a construção, a basílica foi denominada de Nossa Senhora das Neves, devido ao fenômeno climático. Este templo, no entanto, é conhecido universalmente pelo nome de Santa Maria Maior (Basilica di Santa Maria Maggiore) por ser a mais importante entre todas as Igrejas de Roma dedicadas à Virgem Santíssima.

A Basílica de Santa Maria Maggiore foi construída no séc. IV pelo Papa Libério, inspirado por um sinal da Virgem, que fez nevar neste local em pleno verão de Roma. É a primeira Igreja dedicada a Virgem Maria no Ocidente, e uma das mais belas e adornadas de toda a cidade. Abriga entre outras coisas um relicário com um pedaço da manjedoura do menino Jesus.

A exuberância desta basílica é representada pela mais pura perfeição artística e se torna num dos mais convidativos locais para recolhimento e oração.

A basílica de Santa Maria Maior é uma das basílicas papais, que possuem trono e altar papais, além de uma porta santa para o jubileu romano.

A cada 5 de agosto uma celebração solene lembra o milagre das neves, com uma chuva de pétalas de  rosas brancas.Ao iniciar o seu pontificado, o Papa João Paulo II pediu que deixassem para todo o sempre, uma lamparina de óleo acesa diante do ícone da Santa Maria Maior.



Ó Maria, Senhora das Neves, Mãe de toda a humanidade.
Venho do tumultuo e corre-corre do mundo. 
O cansaço invade todo o corpo e principalmente a alma. 
É tão difícil aceitar em paz o que acontece ao redor da gente, 
durante um dia de trabalho e de luta.
Por isso eu venho a ti, ó Mãe, 
por que dentro de mim está uma criança insegura. 
Mas junto a ti, sinto-me forte e confiante. 
Renova-me completamente para que eu consiga ver como a vida é bela. 
Levanta-me para que eu possa caminhar sem medo. 
Dá-me a tua mão para que eu acerte sempre o caminho. 
Dá-me tua benção e faz-me compreender que o apostolado sem silêncio é alienação; 
e que o silêncio sem apostolado é puro comodismo. 
Ajuda-me a dizer "SIM", sempre que o Bom Jesus, teu Filho, pedir algo de mim.
Que assim seja, em nome de Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo e do Espírito Santo. Amém