Adsense Teste

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Sacerdote italiano é agredido por delinquentes em sua própria paróquia


Há alguns dias, o Pe. Massimo Malinconi, pároco de Mezzana, localizada na região de Trento (Itália), foi assaltado e agredido por quatro desconhecidos na porta da casa paroquial.

O Pe. Malinconi estava há pouco mais de um ano como pároco de Mezzana. No final da Missa de Natal, conversou com alguns paroquianos e foi tomar chocolate com um grupo de jovens. O sacerdote disse ‘a Il Terreno’ que chegou em casa por volta da 1:30.

“Percebi que a porta da cozinha estava fechada, mas costumava deixá-la aberta. Observei que dentro de casa havia pegadas no chão. Então me aproximei da porta em direção ao jardim (por onde entraram os ladrões). Ao abri-la, encontrei com uma figura negra, com o rosto coberto por um gorro”, disse.

O homem ameaçou bater nele com uma chave de fenda, o sacerdote destacou que, felizmente, havia colocado um casaco grosso. Então, começou uma luta entre ambos e, imediatamente, apareceram outros três indivíduos e o agrediram.

“Achava que não queriam me matar, simplesmente achava que me amarrariam e colocariam uma mordaça na minha boca e roubariam tudo o que fosse possível”, expressou o sacerdote. Ele gritava, mas não havia ninguém perto deste local. 

O sacerdote estava no chão e os quatro homens não paravam de bater nele, especialmente no seu rosto e no nariz. Entretanto, ele se defendia como podia. “Tudo isto (a surra) durou aproximadamente um minuto”, comentou.

Quando entrou em casa, notou que abriram várias gavetas e roubaram 200 euros que recebeu pelo seu serviço em um funeral e umas doações destinadas a um grupo de órfãos na África. O Pe. Malinconi indicou que seus agressores não falavam bem o italiano e que provavelmente eram estrangeiros.

Depois da agressão, chegou a polícia e foi levado ao hospital em uma ambulância. Levou vários pontos. Entretanto, não deixou de celebrar a Missa nem de realizar suas atividades pastorais.

Muitos dos seus paroquianos lhe apoiaram e lhe demostraram todo seu carinho logo depois do assalto. Em relação às investigações, a polícia ainda não localizou os agressores.
_____________________________________

ACI Digital