sábado, 23 de janeiro de 2021

Padre da Canção Nova é criticado nas redes após apoiar o presidente pró-aborto, Biden



Em resposta às criticas o padre respondeu: “A hipocrisia… Jesus falou dela dezenas de vezes e nenhuma do aborto”.

Nesta quinta e sexta-feira, Católicos de todo Brasil foram às redes sociais questionar a atitude do Padre Roger Araújo – membro da comunidade Canção Nova – que, juntamente com muitos outros padres e “católicos” mal formados, apoia o candidato Joe Biden, recém eleito Presidente dos EUA.

Conforme muitos meios de comunicação noticiaram, em poucas horas de exercício de seu mandato, ele já emitiu mais de uma dezena de decretos desfazendo atos do governo anterior. Entre eles se destaca a política pró-aborto e pró-LGBT do candidato que se declara “católico”.

Em uma postagem em suas redes sociais, o Padre Roger Araújo comemorou e abençoou o recém empossado presidente dos EUA, com as seguintes palavras:

“Os EUA é uma nação de maioria protestante. Dos 46 presidentes americanos este é o segundo presidente Católico e praticante. De missa dominical, oração diária, confissão e direção espiritual. Mantém excelente comunicação com os bispos americanos. Deus o abençoe!”



Descontentes com os elogios tecidos pelo padre, muitos católicos foram às redes sociais responder à postagem, alertando o padre que seu ponto de vista era incompleto e não correspondia a totalidade dos fatos pois, mesmo se declarando católico, Biden sempre apoiou o aborto e a agenda gay, ambas posições condenadas pela Santa Igreja de maneira incontestável.

Um católico de destaque e apresentador da Canção Nova, professor Felipe Aquino, também usou as redes sociais para alertar o padre e seu alerta fez sucesso, como vemos na foto no final da matéria.

“É pena que seja a favor do aborto.” - Prof. Felipe Aquino

Além desta resposta, muitos outros católicos se uniram para alertar o Padre da comunidade Canção Nova, como vemos abaixo. Muitos inclusive cobram um posicionamento e providências por parte da Instituição Católica que conta com acolhimento pontifício.

Diante da réplica, Padre Roger escreveu que “membros do partido democrata defendem o aborto. Ele (o presidente Biden) defende a constituição. 400 mil americanos morreram vítimas do pouco caso do presidente que sai e o único problema da humanidade para o conservadorismo doentio e o aborto”

Uma fiel respondeu, consternada, que “se o aborto não for o maior dos problemas, qual seria?”, ao que o Padre respondeu:

“A hiprocrisia… Jesus falou dela dezenas de vezes e nenhuma do aborto”.



Em outras palavras, para isentar Joe Biden de apoio ao aborto, Padre Roger não se limita a negar os fatos, mas chega a desfocar a discussão para o genérico campo da hipocrisia, como se negar que um nascituro seja uma pessoa humana não fosse a maior de todas as demonstrações de hipocrisia. (Todos sabem que as organizações que promovem o aborto inventaram diversas estratégias linguísticas com a única finalidade de se evitar a todo custo o uso da palavra “criança” para os bebês no útero de suas mães).

Após a polêmica circular as redes sociais, o padre decidiu fazer uma postagem exaltando sua humildade e chamando de “fanáticos” aqueles que criticaram seu apoio incoerente ao presidente pró-aborto.

“Eu não tenho tempo para fanatismos, sobretudo de natureza religiosa e política. Quem muito grita, pouco escuta. Quem muito briga, nada constrói e ainda destrói o sonho e a esperança de quem quer só lutar pra viver e a vida um pouco melhorar.”

É possível ler o texto completo clicando aqui.



Se tivesse se encerrado por aqui, o episódio já seria suficientemente vergonhoso, mas o Padre quis gravar um vídeo em seu perfil do Instagram no qual responde ao escândalo dos fieis quanto às suas declarações. 

No vídeo, ele disse que pessoalmente defende a vida e é contrário ao aborto, mas não deixa de “aliviar a barra” de Biden, tanto apresentando-o praticamente como um “homem de Igreja” quanto diluindo as suas posições favoráveis ao aborto na generalidade dos problemas políticos americanos.

Fica no ar uma questão muito importante: Até quando aqueles que deveriam ser referência de observância da doutrina católica, continuarão dando mau testemunho e levando muitos fiéis para um caminho divergente daquele que a Igreja sempre pregou.
______________________________________
Templário de Maria

3 comentários:

  1. Uma piada de mau gosto este padre.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente esse padre não conhece os 10 Mandamentos da Lei de Deus onde o quinto é justamente não MATAR.

    ResponderExcluir