segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Vaticano condena drogas e dependência de internet, jogos e sexo


Pela primeira vez foi realizada no Vaticano a Conferência Internacional "Drogas e dependências: Um obstáculo ao desenvolvimento humano integral", que reuniu pessoas envolvidas na luta contra o tráfico ilícito de drogas, como também no tema da prevenção, educação e reabilitação das vítimas destas substâncias e de outras dependências.

O evento foi realizado na Sala Nova do Sínodo entre 29 de novembro e 1º de dezembro, organizado pelo Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral.

No início da palestra, o Prefeito do Dicastério, Cardeal Peter Turkson, destacou que procura enfatizar “o perigo das dependências que comprometem gravemente o uso da faculdade humana da liberdade e impedem o desenvolvimento de toda a pessoa, em todas as suas dimensões, além da promoção” da pessoa humana.

Além disso, o Cardeal Turkson assinalou que atualmente existem indivíduos que "são menos conscientes dos seus limites" e pareceria que "as dificuldades existenciais poderiam encontrar uma solução e uma resposta através da busca de produtos que poderiam fazer-nos esquecer dos problemas, acalmariam as inquietudes e dariam a impressão de viver uma vida quase perfeita, embora fosse irreal".

O Purpurado advertiu que "a dependência de drogas, como também a da internet, dos jogos, do sexo, atentam fortemente contra a liberdade da pessoa, que é a expressão fundamental da dignidade de todo ser humano”.

Por esta razão, o Cardeal Turkson condenou que "esta chaga deve ser firmemente condenada porque é alimentada por homens sem escrúpulos que, cedendo à tentação de ganhos fáceis, semeiam morte ceifando esperanças e destruindo muitas famílias”.

Neste sentido, o Prefeito do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral explicou que este evento está totalmente dedicado em sua missão a serviço da pessoa, "especialmente dos mais fracos", porque a vulnerabilidade das pessoas com dependências é "uma ocasião que deve unir forças e estudar profundamente o problema, através da reflexão e da discussão e para compartilhar as melhores práticas".

Finalmente, o Cardeal Turkson recordou que durante esse dias os participantes terão momentos fraternos, mas também participarão da Eucaristia, "Sacramento de unidade e de reconciliação entre nós e com nós mesmos", no qual principalmente rezarão "pelas vítimas das dependências, pelas suas famílias, pelas pessoas que cuidam deles e por todos os homens e mulheres de boa vontade que trabalham a fim de garantir um mundo livre das dependências".
___________________
ACI Digital