terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Arquidiocese convoca à solidariedade após incêndio atingir 600 casas em Manaus


Um incêndio de grandes proporções afetou cerca de 600 casas no bairro Educandos, em Manaus (AM), na noite de segunda-feira, 17 de dezembro, e após o ocorrido, a Arquidiocese local convocou os fiéis e paróquias a se unirem em solidariedade aos atingidos.

O incêndio teve início por volta das 21h na região que possui muitas casas de madeira. Segundo o Corpo de Bombeiros, teria sido causado pela explosão de uma panela de pressão em uma das casas e, devido ao vento forte, as chamas logo se alastraram.

De acordo com a corporação, foram mobilizados 100 bombeiros e 14 caminhões, e mais de 100 mil litros de água foram usados para combater o incêndio.

Não há registros de mortes, mas quatro pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a hospitais da região.




Na manhã desta terça-feira, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, esteve no local e anunciou que iria “assinar um decreto de calamidade pública para comprar com agilidade, sem a necessidade do burocrático processo de licitação, tudo o que for necessário neste momento para ajudar estas famílias que perderam o pouco que tinham”.


 
Por sua vez, a Arquidiocese de Manaus, publicou uma nota de solidariedade em conjunto com a Cáritas Manaus, na qual “orienta que todas as suas paróquias e áreas missionárias abram suas portas e passem a servir de base para coleta de doações para as famílias desabrigadas, atingidas pelo incêndio”.

 
“Roupas, calçados, alimento, água, colchões, material de higiene, entre outros, estão sendo recebidos em todas as paróquias e áreas missionárias e serão destinadas às famílias”, informa.
____________________________
Arquidiocese de Manaus/ ACI Digital