segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Por que não é possível arrepender-se após a morte?



O livre arbítrio nos é dado no “tempo que se chama hoje” para nossas decisões definitivas.

Victor Hugo (Ateu) dizia : 

"Quem poupa o lobo põe em risco as ovelhas."

A própria razão nos faz pensar desta forma como Victor Hugo pensava.

O inferno, portanto é a mais alta justiça de Deus, pois imagine alguém que odeia a Deus, ter que conviver a eternidade inteira com alguém que odiasse ? Deus respeita o nosso livre arbítrio,

Por isto o purgatório não é segunda chance, mas PURIFICAÇÃO, para lá só vão almas que já estão com a salvação GARANTIDA.

Só existe perdão onde há arrependimento, se a pessoa não se arrepende de seus atos e não quer se corrigir, como pode haver perdão? 

Se houvesse perdão sem arrependimento seria injusto, concordam? Se alguém comete um delito grave, tem que pagar por ele.

Por que a pessoa não pode arrepender-se após a morte? Simples, por que:



Na eternidade a relação tempo e espaço não existe mais, ou seja, já não ha mais tempo para arrependimentos, pois ao cruzar a linha do tempo com a morte, passa-se para a eternidade em “ESTADO" de: arrependimento, salvação, ou de perdição, e convicto disto.


Ninguém vai encontrar tanto no céu como no inferno, pessoas dizendo:

“Vim para cá a força, eu não queria estar aqui....”

O Céu é Graça imerecida o inferno é mérito, e só vai para o inferno quem livremente optou em viver uma vida injusta, desregrada e depravada e prejudicando aos seus semelhantes.

“Pregando a Verdade e confirmando os irmãos na verdadeira fé, com a graça de Deus construo Catedrais nas almas para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus” ( Pierry de Craon).
___________________________________
Fonte: http://berakash.blogspot.com.br/2012/11/por-que-nao-e-possivel-arrepender-se.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário