terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Ninguém tem autoridade para realizar cerimônias de “bênção” de casais homossexuais, afirma bispo.



Só para esclarecer...

A internet é cheia de boatos, notícias falsas e informações inexatas...

Gira na rede que um importante cardeal teria admitido a possibilidade de abençoar pares homossexuais.

É verdade que isto foi dito? Não sei!

A informação é, realmente, esta? Não sei!

O cardeal pensa isto? Não sei! Prefiro achar que não...

Mas, coloco a questão em tese:

Seria possível abençoar um par homossexual?

A resposta firme e cristalina é NÃO!

Abençoar pessoas homossexuais é possível: são pessoas e, se batizados, são filhos de Deus.

Agora, abençoar uma união homossexual é contra as Escrituras e a perene Tradição da Igreja!

Ninguém, na Igreja, tem autoridade para fazê-lo, permiti-lo ou incentivá-lo!
 

Ninguém, na Igreja católica, está acima da Palavra de Deus e da fé apostólica! A Igreja não está acima da Palavra do Senhor e é normativamente vinculada à Tradição Apostólica!

O Senhor não abençoa o que é contra a Palavra do Senhor! Ainda que a Igreja abençoasse - e neste caso seria infiel ao Senhor! -, o Senhor não abençoa!

Uma coisa é respeitar as pessoas e compreender seus sofrimentos e sua história; outra, bem distinta, é chamar certo ao que o Senhor chama errado, cedendo às modas e à pauta do politicamente correto!

O critério da ação da Igreja nunca pode ser as demandas das modas e mentalidades de cada momento, mas unicamente as Escrituras ouvidas e interpretadas no âmbito da perene Tradição que brota dos Apóstolos!

Escrevo estas coisas só para esclarecer e tranquilizar o coração dos católicos! Permaneçamos firmes na fé que recebemos, alicerçados no Cristo, nosso Deus e Senhor!


Dom Henrique Soares da Costa
Bispo de Palmares, PE