quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Nigéria: Catedral em Llorin foi atacada


Desde o início do ano tem sido registrados diversos ataques contra os cristãos em Ilorin, capital do Estado de Kwara, nordeste da Nigéria.

A informação à Agência Fides é do diretor do Departamento para as Comunicações Sociais da Arquidiocese de Abuja, que confirma também um ataque contra a catedral de Llorin.

“Em Llorin convivem até agora pacificamente uma maioria muçulmana com uma forte presença católica. É a primeira vez que acontece algo do gênero. A Catedral foi atacada na noite do ano novo”, conta padre Alumuku.

O governador do Estado de Kwara, Abdulfatah Ahmed, condenou os ataques contra os locais de culto.

Llorin localiza-se no principal eixo de comunicação entre norte e sul da Nigéria, é constitui um tradicional centro de encontro entre a cultura hausa-fulani do norte e a youruba do sul do país. 

Os “fulani” são pastores nômades. Alguns deles tornaram-se protagonistas nos últimos anos de violentos ataques contra as populações sedentárias em diversas áreas do país.

“Justamente neste momento em Makurdi, capital do Estado de Benue – refere padre Alumuku – milhares de pessoas foram às ruas para protestar contra quatro ataques ocorridos na noite de terça-feira, 2, contra algumas comunidades locais por parte dos Fulani, quando morreram dez pessoas. Milhares de jovens bloquearam duas pontes em Makurdi, impedindo o tráfego entre o nordestes e o sudeste da Nigéria”.

“A tensão no Estado de Benue aumentou desde que foi criada uma lei que proíbe os pastores Fulani de desenvolver as suas atividades de pastoreio para proteger as plantações”, conclui padre Alumuki.
____________________________

Ag. Fides