quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

'O Segredo dos Deuses' fidelizou 1,48 milhões ao longo de dez episódios


Terminou na sexta-feira a série O Segredo dos Deuses, emitida nas duas últimas semanas pela TVI, tendo garantido a liderança ao canal, com uma média de 1,48 milhões de espectadores por episódio.

Este conjunto de reportagens, a que a TVI chamou “a primeira série informativa da televisão portuguesa”, deu a conhecer uma rede de adoções ilegais de crianças de nacionalidade portuguesa, organizada por bispos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

O canal de Queluz de Baixo emitiu um total de dez episódios nas duas últimas semanas, de segunda a sexta-feira. O programa gerou um grande debate público, que se traduziu igualmente nos seus resultados audimétricos: um rating médio de 14,82 e um share médio de 30,61 pontos percentuais, garantindo-lhe assim uma liderança confortável durante o seu período de exibição.

O episódio mais visto foi o primeiro, a 11 de dezembro, com 17,7 pontos de rating, o que equivale a uma audiência superior a 1,72 milhões de espectadores. O episódio com menor audiência foi justamente o último, emitido no dia 22 de dezembro, com 13 pontos de rating, ou seja, 1,26 milhões de espectadores.

A quota de mercado dos vários episódios oscilou entre os 28,1 e os 35,3 pontos percentuais. Os primeiros cinco episódios garantiram 31,84%, enquanto os últimos cinco perderam alguma competitividade, descendo para 29,38%. 

Especial informação na TVI24 chega a ultrapassarTVI

No mesmo dia em que terminou a série informativa, o canal TVI24 emitiu um programa de debate sobre o tema. Com início às 21h27 e uma duração de quase três horas, o especial alcançou uma média de 2,9 pontos de rating, ou seja, 278 mil espectadores, o que equivale a um share de 7,8%.

Já perto da meia-noite, a TVI24 ficou a par da TVI, tendo tido alguns momentos em que superou o canal mãe nas audiências, alturas em que ficou em segundo lugar, apenas atrás da SIC, que garantia uma liderança isolada durante a última hora do especial informativo.

O programa de debate teve boa adesão nas faixas etárias mais avançadas: dos 65-74 anos, com 13,7% de share; e mais de 75 anos, com 16,1% de share. Teve igualmente um bom desempenho nos targets comerciais AB (10,0% de share) e ABC 25-64 (6,4% de share).
_________________________

Espalha Factos