Adsense Teste

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Você realmente crê em Jesus na Eucaristia?


O Evangelho de Marcos 5,21-43, nos traz o caso da mulher que há doze anos sofria com uma hemorragia. Ao ver Jesus passar, acompanhado por uma multidão, pensou consigo: “Se eu ao menos tocar na roupa dele, ficarei curada”. Assim o fez e nunca mais padeceu desse sofrimento.

É notável a imensidão da fé daquela mulher em acreditar que apenas com um toque no manto de Jesus seria curada de um mal que nenhum médico conseguira. Essa atitude foi um exemplo claro da definição de fé feita pelo apóstolo Paulo, em Hebreus 11,1: “a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem”. Acreditar sem ver, esperar aquilo que aos olhos humanos é impossível de se concretizar. Isso é fé!

Ao ler essa passagem, comecei a refletir sobre como Jesus é visto hoje e as nossas expectativas em relação àquilo que ele pode realizar. Será que nossa fé chega ao menos perto da fé daquela mulher com hemorragia?

Talvez hesitamos em depositar tamanha fé em Jesus por pensar que naquela época, em que conviveu no mundo em forma de homem, sua ação seria mais poderosa. Algumas pessoas até costumam dizer que naquele tempo era mais fácil viver a fé devido à convivência lado a lado com Jesus.

Esse pensamento é inteiramente equivocado, pois o Cristo que nasceu numa manjedoura, anunciou a salvação, realizou curas e milagres, morreu numa cruz e depois de três dias ressuscitou, é o mesmo hoje! A única coisa que mudou foi a sua forma. O Catecismo da Igreja Católica (CIC 1373) nos explica que Jesus se faz presente em diversas maneiras, na Palavra, na oração, nos sacramentos, nos pobres, dentre outros. Mas principalmente, Jesus está presente na Eucaristia!

A presença de Jesus na Eucaristia

Infelizmente, algumas pessoas esquecem ou até mesmo desconhecem o real significado da Sagrada Eucaristia. O grande erro é pensar que a Eucaristia representa o corpo de Cristo. Não! A Eucaristia não representa o corpo, pois ela não é um simbolismo. De fato e mediante a fé, a Eucaristia é o próprio corpo de Jesus. Em cada partícula da Comunhão estão presentes o seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade. Essa presença não é simbólica, mas sim real!

Quando entramos numa fila para receber a Comunhão temos que estar cientes de que não se trata apenas de um rito da Igreja, mas sim de uma experiência com Jesus na sua forma física. É um contato direto que temos com o nosso Salvador!

Esse deve ser o principal motivo para irmos a uma Celebração Eucarística, ter um encontro pessoal e concreto com Jesus. Tanto faz se quem está celebrando é um sacerdote ou um ministro, a Comunhão é a mesma, o Cristo que irá abastecer a sua fé é o mesmo!

Finalizo esta reflexão sobre fé com as palavras de Jesus em João 11,40: “se creres verás a glória de Deus”. Eis o que nos cabe para receber uma graça, acreditar, simplesmente acreditar.


Rodrigo Martins

________________________________________
Interação Católica