Adsense Teste

domingo, 25 de junho de 2017

Testemunho de Vida: Ex-Espírita hoje é Católico Apostólico Romano


Eu sou Vicente tenho 22 anos e aqui vai o meu depoimento daquilo que Deus fez na minha vida:

Eu nasci num berço de uma família maravilhosa que temia a Deus mas não tinha nenhuma crença ou profissão religiosa.
Foi que ate os cinco anos de idade eu com minha família passamos por alguns problemas familiares muito sérios e recebemos um convite para irmos ao Centro Espírita de Mesa Branca onde fomos e vivi por 10 anos, dos 5 aos 15 de idade, mas ao iniciar, falaram que eu tinha uma Missão muito grande e que eu tinha que ser um grande precursor da Doutrina Espírita e deveria ser Médium para ajudar muitos.

Com os 10 anos me tornei um Presidente da Federação Espírita de São Paulo e Palestrante onde comecei Palestrando para 200 a 300 pessoas.
  Mas aos 11 anos me deu uma vontade enorme no meu coração de fazer a Primeira Comunhão, foi quando comecei a ir às Missas nos Domingos e durante a semana no Centro espírita onde tinha as Palestras que eu dava.

Quando completei 12 anos, depois de um ano na Catequese, fui fazer a Primeira Comunhão e naquela Missa o Padre falou que não existia reencarnação e que nós, cristãos, aguardamos o dia do Juízo porque Cristo Ressuscitou e no último dia, todos nós ressuscitaremos para o grande dia. Eu fiquei balançado mas quando saí da Igreja parece que tinha esquecido tudo, porque continuei nas minhas Palestras e só às vezes ia às Missas. Foi quando comecei a cair nos desejos da carne. Era uma mulher atrás da outra. Tinha poder aquisitivo pois a Federação me dava isso, quando completei os 13 anos fui mais ainda me envolvendo e, fora a vida de espírita e mundana, comecei a me envolver com Astrologia onde eu fazia Simpatias e Rituais para que viesse muitas mulheres. E assim continuei até os 15 anos sempre Palestrando na Federação Espírita sobre todas os assuntos abomináveis desta doutrina: Reencarnação, Conversa com os Mortos, Perispírito e outros assuntos, todos fundamentados no Livro chamado “O Evangelho Segundo Espiritismo”, feito por Allan Kardec em 1850 quando ele codificou a Doutrina, ou melhor, a Heresia Espírita. Porém, após uma determinada Missa, um Jovem me chamou e perguntou meu nome, se eu ia à Missa sempre, etc, e eu disse a ele que de vez em quando, aí ele me chamou para ir na Quarta-Feira na Igreja porque teria Grupo de Oração da Renovação Carismática e que acontece muitas graças quando eles rezam, etc; então eu disse: “tá bom, pode deixar que eu vou”.

Agradeci a este jovem e quando chegou na Quarta Feira estava Palestrando por volta das 17h quando me lembrei do convite. Eu fiquei agoniado porque eu não queria ir mas tinha dado a palavra e tinha que cumprir. Foi assim que fui criado.

Por volta das 18:30h eu já havia terminado a Palestra e fui a Guarulhos para ir no Grupo. Cheguei com atraso de 30 minutos, por volta das 20:30h. Ao chegar, entrei na Igreja e senti algo estranho. Eu não entendia que ali era a ação do Espírito Santo, o povo estava sendo “batizado” na unção e no poder do Espírito Santo, estavam falando em línguas diferentes, até que o homem que estava conduzindo a oração disse:

O Espírito Santo está me revelando um jovem que está envolvido com o espiritismo e Deus está pedindo para você, jovem, sair dessa obra pois Deus tem uma grande obra a fazer na sua vida. Eu pensei comigo mesmo: “Não é comigo, muitos jovens vão ao Centro Espírita”. Depois a ação do Espírito Santo começou novamente no povo e pensei comigo: “Meu Deus, o que está acontecendo?”. Aí tudo foi voltando ao normal e aquele homem la na frente disse novamente: “O Espírito Santo está me revelando que tem um jovem aqui envolvido com o espiritismo e Deus está pedindo: ‘Saia, Jovem, pois Deus tem uma obra a realizar na sua vida’”. Então pensei novamente comigo: “Hã? Não é comigo não”. Na terceira vez, quando o Espírito Santo veio novamente e várias pessoas falaram e quando esse homem, lá na frente, disse e revelou: “O Espírito Santo está me revelando que há um Jovem aqui envolvido com Espiritismo e digo pela última vez e pela autoridade que Jesus me deu: ‘Jovem, em nome do Senhor Jesus, saia do Espiritismo e de tudo o que você faz lá’, você pensa que não é com você, mas é com você mesmo que está pensando que não é, e no seu dedo da mão direita tem um anel de Horóscopos consagrado com aquilo que você diz ser do seu signo. Você consagrou esse anel a Iemanjá, mas Jesus, nesta noite, está te libertando porque é grande a obra que ele tem para a sua vida a partir de hoje”. Então comecei a suar e veio um calor tão forte e, ao mesmo tempo, uma Brisa Suave e senti que tinha que jogar aquele anel fora que justamente o Espírito Santo tinha revelado ali. Depois aquele homem começou a pregar sobre os Falsos Profetas que andam pelo mundo a pregar Heresias e Doutrinas perniciosas e falou muito do amor de Jesus Cristo que se deu numa cruz por cada um de nós e mostrou uma cruz que tinha no Altar e falou o tão grande amor que ele tem por cada um de nós e porque a gente vivia no mundo a pecar sair com várias mulheres, porque a gente ficava mexendo com Horóscopos, Espiritismo, Esoterismo e entre outras, porque a gente ficava buscando muitas e muitas Doutrinas porque Jesus Cristo já deixou a sua (Bíblia e a Igreja Católica), etc, saí dali e joguei aquele anel fora e com grande interrogação: “Meu Deus, como pode isso ter acontecido eu nunca senti isso numa Igreja, nunca na minha vida senti tanta paz espiritual”. E o jovem que me chamou não estava lá, eu dei a palavra que eu fui mas ele faltou. Eu ainda não estava entendendo que foi um Anjo de Deus e não um Jovem Humano que tinha chamado.

Mas fui pra casa com aquele anel jogado fora e com interrogações na cabeça e, apesar de tudo, ainda permaneci três meses na Doutrina Espírita palestrando, mas não palestrava mais do mesmo jeito que antes, pois antes, palestrava a cerca de 500 a 600 pessoas e, depois, iam apenas 200, 150, 120... começou a cair um pouco o número de pessoas que frequentavam as palestras porque eu não estava mais pregando como antes, sempre alegre e com firme convicção do que estava falando, falava por falar, não sei explicar. Então o Diretor da Federação me chamou e perguntou o que estava acontecendo e eu disse que não sabia, porque eu não queria dizer o que havia acontecido, ainda estava confuso. Então ele pediu que eu descansasse um pouco e que estivesse lá no dia 01/01/2005 para a Primeira Palestra do ano, onde o pessoal da Seicho-Noie iria visitar o Centro. Isso aconteceu por volta dos dias 15 ou 16 de Dezembro de 2004, e o encontro que eu tive com o Espírito Santo foi no mês de Setembro mas não lembro o dia.

Então permaneci as duas semanas últimas de 2004 em casa e só saí para a Missa de Natal nos dias 24 e 25 de dezembro e no dia 31 de Ano Novo. A Missa começou as 20h e terminou às 23:15h mas foi uma bênção.

O Padre falou da necessidade de começar o novo ano na Graça de Deus e não na mesmice, que o que fosse necessário mudar nós deveríamos mudar, e que o que fosse dúvida seria esclarecido bastando pedir a Deus a direção. Quando saí da Missa e cheguei em casa, fui no meu quarto e pedi para meus pais não irem lá, pois precisava ficar sozinho. Eles se assustaram! Nunca na minha vida tinha feito isso, sempre fui aberto e falava o que estava sentindo, mas eu falei: “É que eu preciso ler a Bíblia e rezar um pouco antes de começar o ano, então preciso ficar sozinho”. Então eles disseram: “Tudo bem, você nunca leu a Bíblia, mas se quer ficar sozinho a gente deixa mas à meia noite você vem para a gente cear a comida e as sobremesas”. Eu disse: “Tudo bem. Então comecei a rezar e pedir que Deus me direcionasse pois não sabia o que fazer, se seguia o espiritismo ou a Igreja Católica? Qual religião estava certa? Quem tinha razão? Então rezei, conversei com Deus e abri a Bíblia que inesperadamente abriu em Hebreus 9,27 que dizia bem claro e com todas as palavras, veja só como Deus é fiel e maravilhoso:

27 “É dado que os homens morram uma só vez e depois vem o julgamento”.

Depois vi que reencarnação não existe. Que se o homem morre uma só vez não tinha como existir… mas pedi a Deus que me mandasse uma leitura que me esclarecesse sobre o que fazer pois, se não existe, o que eu posso fazer? Então abri as Escrituras em Deuteronômio 18,09-14 que diz:

09=Quando você entrar na terra que Javé seu Deus vai lhe dar,não imite as práticas abomináveis das nações que aí vivem. 10=Não haja em seu meio alguém que queime o próprio filho ou filha, nem quem faça presságio, pratique astrologia, adivinhação ou magia, 11-nem que pratique encantamentos, consulte espíritos ou adivinhos, ou também que invoque os mortos. 12=Pois quem pratica essas é abominável para Javé e é por causas dessas práticas abomináveis que Javé seu Deus vai desalojar essas nações. 13=Você pertencera inteiramente a Javé seu Deus. 14=As nações que você vai conquistar ouvem astrólogos e adivinhos. Javé seu Deus porém não permite que você faça isso.

Depois dessa leitura me surpreendi, pois não sabia da gravidade do que eu estava fazendo, pedi perdão a Deus e naquela noite do dia 31 de Dezembro de 2004 às 23:55h que conheci a Jesus e assim saí do meu quarto, participei da ceia e comemorei o Ano Novo de 2005 com todos da Família e, no dia seguinte à tarde, fui à Santa Missa onde ouvi novamente que temos que tomar decisão, que não podemos ficar na mesmice e que tínhamos que iniciar o ano com Jesus Cristo. Foi então que eu tomei coragem e fui à noite na Federação onde haviam cerca de 800 pessoas, entre elas, havia atores, atrizes e Jornalistas famosos que aqui não vou citar o nome deles, e quando começou a reunião, todos esperando eu falar, eu fiquei em silêncio olhando para o rosto de um. Então veio o Diretor e perguntou: “Você tem alguma coisa? Você não preparou o assunto?” Eu perguntei: “Posso falar agora?” Ele disse que sim. Então respirei fundo e comecei a falar: “Meus queridos irmãos, o que eu disser agora, guardem bem, e depois procurem mais informações sobre isso”. Então eu lhes disse que o Espiritismo é uma Heresia, que Reencarnação é uma tese Herética que foi criada por Allan Kardec em 1857 com o Livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo” e que a Bíblia em Hebreus 9,27 diz que o homem morre uma só vez e depois disso vem o Julgamento. Falei também de Deuteronômio 18,09-14 que afirma que Deus abomina essas práticas de consulta aos mortos, a adivinhos, a práticas de astrologia e entre outras. Então desligaram o meu microfone e eu aproveitei e corri para não apanhar hehe.

Desta forma, pela Graça de Deus, desde o dia 01 de Janeiro de 2005 estou na Igreja Católica Apostólica Romana onde sou Missionário Leigo da Legião de Maria, sou Coordenador Político da Pastoral da Saúde e Pregador do Ministério Jovem Apóstolos da Efusão do Espírito Santo e há cinco anos estou na Castidade e queimei um preservativo que tinha na carteira, porque o Cristão seguidor de Jesus Cristo não precisa disso, ele precisa é seguir os Mandamentos de Deus para alcançar a felicidade e a vida plena pois sem isso jamais será uma pessoa feliz e com Salvação.


A Salvação só será alcançada quando renunciarmos aos erros do mundo e toda porcaria e sujeira que ele oferece, e aceitarmos totalmente de corpo e alma o Projeto de Jesus. Não adianta ir à Missas, não adianta clamar a Jesus se não mudar de vida e renunciar ao pecado, pois Jesus não ouve oração de ímpios, só ouve o Clamor dos Justos. Então, meu querido irmão, você que acabou de ler todo o meu testemunho, a partir de hoje abra o seu coração e mude de vida porque enquanto você buscar falsas doutrinas ou viver fornicando (morando junto, tendo relações sexuais antes e fora do casamento), sentindo inveja, falando mal do próximo, apoiar o Aborto, o Homossexualismo e entre outros absurdos, não herdará o Reino de Deus. É só ler em Gálatas 05,16-26 que diz, bem claro, os frutos do Espírito e os frutos dos Instintos Egoístas. Então abra o coração e a obra de Deus se realizará na sua vida. Amém.
______________________________
Sã Doutrina