Adsense Teste

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Se Maria chamou Deus de “meu salvador”, significa que ela tinha pecados, o que contradiria a expressão “Cheia de Graça”. Será?


Não! Deus salva Maria, concedendo-lhe esta graça plena e perfeita. 

Preservar do pecado original também indica salvação, pois nenhum ser humano pode se salvar.

Maria recebeu antecipadamente a salvação conquistada por Cristo para nós na Cruz.

"Imaginemos dois cegos dirigindo-se a um lamaçal e um homem, observando a cena. O primeiro cego cai no lamaçal enquanto que o segundo é impedido pelo homem que tudo observava. Este mesmo homem também salva o primeiro, resgatando-o do lamaçal. O primeiro, ele salvou da lama, e o segundo, foi salvo de se sujar, de cair no lamaçal."

São duas formas de salvamento, por isto, no caso de Maria, Deus a salvou de pecar, enquanto que a nós, Deus nos salvou da mancha do pecado.
 

De fato, Deus também é salvador de Maria, a Cheia de Graça, a sempre repleta do favor divino.


Percebam a importância de Maria no plano de salvação. Logo, Maria vem a ser a primeira e a mais enriquecida de todas as criaturas.
___________________________
A Verdade Católica