domingo, 25 de junho de 2017

Nossa Senhora Rainha da Paz


Existem duas versões para a devoção a Nossa Senhora da Paz distintas na história e presentes na iconografia das imagens da Senhora.  Nossa Senhora da Paz é padroeira de El Salvador e esta devoção não vem de alguma história específica, mas da invocação à Maria feita por ocasião da erupção de um vulcão que teria tido suas lavas desviadas da cidade pela intercessão de Nossa Senhora.  Por isso, naquele país sua imagem traz em sua mão uma palma de ouro, lembrando a proteção que a Senhora deu ao povo.

Já a tradição da devoção espanhola data do século IX e nasceu na cidade de Toledo, durante a invasão dos mouros à Península Ibérica.  Conta que ao chegarem à cidade, os mouros tomaram uma igreja dedicada à Nossa Senhora e a transformaram em mesquita.  Quando os espanhóis retomaram o poder, Afonso VI, rei da Espanha, fez um acordo que garantia a continuidade da mesquita como lugar de oração muçulmano.  A população local, na maioria cristã, liderada pela rainha e pelo arcebispo saiu então às ruas para protestar, vestida de luto.

O rei ficou furioso com a revolta de seus súditos partiu para punir os rebeldes, sobretudo sua própria esposa e o arcebispo.  A população, então, em oração pediu a intercessão da Virgem para que abrandasse o coração do rei.  Os mouros, por sua vez, receosos em face ao ardor do povo, devolveram a mesquita.  Então, uma grande procissão teria marcado o retorno da imagem da Virgem para a igreja e, instaurada a paz, essa passou a ser venerada como Nossa Senhora da Paz e é representada com um ramo de oliveira em sua mão, por ser este um dos símbolos da paz.



Ó Senhora Mãe de Jesus e da Paz, intercessora junto ao Pai. Aqui estamos na tua presença com nosso coração apertado pelos sofrimentos do dia-a-dia, pelas injustiças sociais, pelo desamor, egoísmo, opressão, desemprego, falta de saúde, desunião conjugal e familiar, maldades, invejas, que nos afastam da verdadeira paz. Nossa Senhora da Paz, volva para nós o teu olhar amoroso de Mãe piedosa, da mesma forma que o dirigiste ao teu Filho no caminho do Calvário e transmite-nos a paz para que sejamos cada vez mais semelhantes ao teu Filho Jesus. Que saibamos trabalhar pelo seu reino de amor e de justiça, semeando a união e a paz entre os irmãos e irmãs. Com teu Coração aberto sempre atento e acolhedor, receba neste momento as nossas súplicas. Nossa Senhora da Paz rogai por nós e dai-nos a vossa Paz!