Adsense Teste

domingo, 25 de junho de 2017

Filipinas: Terroristas leais ao Estado Islâmico profanam Eucaristia e destroem capela


O grupo terrorista “Combatentes Islâmicos pela Liberdade de Bangsamoro”, leal ao Estado Islâmico, assaltou e destruiu na quinta-feira nas Filipinas uma capela católica e uma escola primária, onde tomaram 31 pessoas como reféns, entre elas 12 crianças, que foram libertadas.

Depois de mais de 10 horas de intensos combates, o exército filipino conseguiu vencer as forças terroristas e recuperar o controle da escola e da capela localizada em Pigcawayan, cidade da Arquidiocese de Cotabato, com uma população tanto cristã como muçulmana, que pertence à ilha de Mindanao.

Segundo informou um porta-voz militar, o ataque foi realizado por um grupo entre 50 e 100 terroristas que fugiram após o confronto com os militares filipinos.

O Arcebispo de Cotabato, Cardeal Orlando Quevedo, condenou o ataque dos Combatentes Islâmicos pela Liberdade de Bangsamoro e, especificamente, definiu como uma “profanação malvada” a destruição da capela.

“Como líder da Arquidiocese de Cotabato, condeno da maneira mais contundente possível a malvada profanação da capela católica de Malagakit, na Paróquia de Pigcawayan, e, especialmente, a profanação da Hóstia Sagrada”.

O Cardeal pediu aos católicos locais que se comprometam na restauração da santidade da capela e pediu para rezar pela restauração da paz e da harmonia entre os crentes das diferentes religiões.

O exército filipino está realizando há um mês uma campanha militar para derrotar e expulsar das suas posições os terroristas deste grupo leal ao Estado Islâmico que se tornou forte na cidade de Marawi.

Entretanto, até o momento não conseguiram atingir os seus objetivos.
__________________
ACI Digital