segunda-feira, 8 de maio de 2017

Nossa Senhora da Estrela


Dois monges beneditinos que moravam no convento de Monte Cassino, na Itália, resolveram fazer uma peregrinação até Jerusalém. Era o ano 1050. Eles saíram andando, ensinando e catequizando todas as pessoas que encontravam pelo caminho.

Nas suas andanças, já muito cansados, dormiram em uma praia. Estavam no litoral da Normandia, França, num lugar chamado Grand Champ. Um dormiu na praia e o outro dormiu em um pequeno barco que estava ali perto. A maré subiu e o barco foi arrastado para o mar sem que o monge percebesse, indo parar por milagre na costa da Inglaterra.

Em Salisbury todos ficaram maravilhados, dizendo que era um milagre o monge ter atravessado o mar da França para a Inglaterra numa pequena canoa e não ter morrido. Logo o monge foi eleito Bispo e seu governo foi brilhante, pois era um homem de oração e sacrifícios em nome de Deus.

 

O outro monge, Padre Rogério, que ficou na praia, não entendeu nada do que poderia ter acontecido ao seu amigo que havia sumido, mas entregando tudo nas mãos de Deus, continuou sua viagem. Certa noite, quando foi dormir, teve um sonho que começou a mudar a sua vida.

No sonho, ele viu uma grande estrela cair do céu, queimando todos os arbustos e árvores, e ouviu uma voz que disse: "Nossa Senhora quer que se construa uma igreja neste lugar." Quando acordou, viu o lugar que vira em seu sonho e o mesmo estava todo queimado. Assim, entendeu que, realmente, deveria construir ali uma igreja em honra a Nossa Senhora. Ele sentiu no coração o desejo de dar a Maria o título de "Nossa Senhora da Estrela", por causa da estrela que vira em seu sonho.

Por causa da pobreza dos moradores da região, o Padre Rogério construiu apenas um pequeno altar e uma pequeníssima capela, que seria a semente da grande Abadia de Nossa Senhora da Estrela de Monteburgo. Hoje, ela é imensa e abriga não só a Igreja como um convento bem grande.

O Rei Guilherme, que era Duque da Normandia e que vencera a Inglaterra, sabendo da história de Nossa Senhora da Estrela, mandou seu médico particular visitar a capelinha e saber como tudo aconteceu. Chegando lá, o médico descobriu que era irmão do monge Rogério! O irmão médico contou ao irmão monge sobre seu amigo que se tornara o Bispo de Salisbury. Os dois irmãos, emocionados, agradeceram a Nossa Senhora por ter proporcionado este reencontro.

O Bispo de Salisbury, antigo amigo do monge Rogério, pediu para o Rei Guilherme ajudar seu irmão na fé, pois os dois foram abençoados por Nossa Senhora em sua peregrinação.

O Rei Guilherme, de bom coração, doou ao Padre Rogério toda a região de Monteburgo, juntamente com os recursos para que fosse construída ali uma grande Igreja e uma Abadia que se tornou um grande seminário. A obra foi terminada pelo filho do Rei Guilherme, chamado Rei Henrique. Este, assumindo o trono, continuou a obra. A Abadia de Nossa Senhora da estrela foi, por muitos séculos, um centro de referência da Igreja para toda a região.



Ó Nossa Senhora da Estrela, para vós se volta nosso olhar e nosso coração de filhos. Vós sois a Estrela da Manhã que anuncia a chegada do dia; Vós sois a Estrela da Tarde que brilha em nossa noite; Vós sois a Estrela do Mar que nos guia para um porto feliz. Como a Estrela, envia seu raio sobre a terra, envie-nos vosso filho Jesus, Luz eterna do mundo. Através da escuridão e das tempestades da vida, nas horas de dúvida ou de tentação. Na revolta ou na fraqueza, sede nossa Claridade e nossa Paz. Sede nossa Esperança e nossa Pureza. Sede nossa Doçura e nossa Força. Ó Nossa Senhora da Estrela, que em vós descanse para sempre nosso olhar e nosso coração de filhos. rogai por nós. Amém.