Adsense Teste

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Família de mórmons se converte graças à Virgem e à Eucaristia

A família Odulio, da esquerda, Amoz, Rico, Heidi e Omri, foi batizada na Igreja Católica na Vigília Pascal.

Os Odulio são uma família filipina que, apesar de viver em uma cidade onde a maioria da população é mórmon, se converteram à Igreja católica graças à Virgem Maria e à Eucaristia.

A família recebeu os sacramentos de iniciação cristã (Batismo, Crisma e Eucaristia) no Sábado Santo, 15 de abril, durante a Vigília Pascal na Diocese de Salt Lake City, em Utah (Estados Unidos).

O pai, Rico Odulio, nasceu nas Filipinas em uma família católica, que alguns anos depois se converteu à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecidos como mórmons.

Apesar da conversão da sua família, Rico continuou frequentando uma escola católica devido à boa qualidade na educação que esta oferecia. Segundo disse a The Intermountain Catholic, jornal da Diocese de Salt Lake City, no estado de Utah, para ele foi “muito difícil crescer em meio a duas igrejas”.

Rico conheceu a sua esposa Heidi na igreja mórmon. Durante o namoro, foram como missionários à cidade filipina de Cebu e permaneceram dois anos separados. Ao se reencontrar, casaram-se segundo o rito mórmon.

O casal teve dois filhos e desde pequenos ensinaram os hábitos de oração e de partilha na família.

Em 1998, Rico deixou os mórmons, mas manteve o hábito de ler livros sobre teologia, que se tornaram o seu apoio espiritual. Em 2001, a família se mudou para Salt Lake City e Heidi continuou frequentando a igreja mórmon com seus dois filhos.

Calcula-se que das mais de 3 milhões de pessoas que vivem no estado de Utah, cerca de 60% são mórmons.

A primeira aproximação profunda da família Odulio com a Igreja Católica foi quando Rico leu sobre a Batalha de Lepanto, ocorrida em 7 de outubro de 1571. Nesse combate naval, a frota da coalizão católica derrotou os turcos otomanos e o Papa Pio V atribuiu a vitória à intercessão da Virgem Maria, pois havia pedido aos fiéis para que rezassem o Rosário pela vitória cristã.

Até então, Rico não acreditava na Virgem e a considerava como “mais uma dessas superstições católicas”. Mas ao ler sobre este milagre, sentiu vontade de se aproximar de uma igreja e começou a ir à Missa.

Quando convidou os seus filhos Amoz e Omri para que o acompanhassem, ambos se surpreenderam. “Nunca imaginei o meu pai como um homem religioso”, disse Omri. Entretanto, quando Rico teve que voltar às Filipinas pelo trabalho, seus filhos se afastaram da Igreja.

O segundo momento que influenciou na conversão da família foi em 2014, quando Omri sofreu um acidente de carro, no qual quase morreu. Ele disse: “Pensei que nunca acordaria”.

Quando ele finalmente se recuperou, viu um vídeo no YouTube em que mostrava um guitarrista tocando na Catedral de Magdalena de Salt Lake City. Omri ficou impressionado pela beleza da igreja e pediu ao seu irmão Amoz que o levasse à Missa lá.

“Essa foi a primeira vez que atravessei as portas da catedral e a liturgia me impressionou. Desde então, fiquei atraído”, relatou Omri. 

Em 2015, Rico voltou para os Estados Unidos e pediu aos seus filhos que o acompanhassem a uma procissão. Nesse dia, Omri tomou a decisão de ser batizado na Igreja Católica. Conta que decidiu graças à intercessão da Virgem Maria.

Amoz teve uma profunda conversão quando aprendeu mais acerca da história e acontecimentos da Igreja.

Depois disso, Omri e Amoz começaram a se preparar na Catedral de Magdalena para receber o Batismo.

Por sua parte, enquanto o seu esposo e filhos passavam por sua etapa de conversão, Heidi continuava com os mórmons, mas começou a ler o material que Rico lhe mandava sobre a Igreja Católica.

“Eu rezava muitíssimo, queria a unidade familiar e queria encontrar a verdade, comentou. Depois de muitas dúvidas e orações, “senti o Espírito e, depois de rezar muito, recebi as respostas”. Então, decidiu unir-se ao esposo e filhos nas aulas de formação.

Quando se aproximava o dia no qual seriam batizados, a família estava ansiosa para finalmente receber a Eucaristia.

“Estando tão perto e exposto à Eucaristia, meu desejo por ela aumentou”, expressou Omri alguns dias antes do sábado, 15 de abril.
_________________________

ACI Digital