Adsense Teste

segunda-feira, 24 de abril de 2017

As Adulterações descaradas nas Bíblias protestantes


Foram terríveis os prejuízos causados pelos tradutores protestantes em todas as suas tentativas de traduzir as Sagradas Escrituras. A incompetência, aliada muitas vezes a má fé, causou danos irreparáveis aos ensinamentos de Jesus Cristo na terra contribuindo decisivamente para a dispersão de seu rebanho. Acompanhe abaixo cada tradutor protestante e seu atentado às Escrituras:

Lutero

Na Alemanha, já havia 30 diferentes edições católicas alemãs da Bíblia*, mas, Lutero, fundando o protestantismo, resolveu fazer sua tradução e adulterou Romanos 1,17, onde diz que “o justo viverá pela fé”. Ele acrescentou a palavra alemã “allein” que significa “somente”, e passou a pregar que o justo “viverá SOMENTE pela fé”. Foi o modo desonesto que ele achou para justificar sua nova religião do “Sola fide”. Ele mesmo confirmou esta adulteração, quando cheio de ódio disse: “Se um papista lhe questionar sobre a palavra ‘somente’, diga-lhe isto: papistas e excrementos são a mesma coisa. Quem não aceitar a minha tradução, que se vá. O demônio agradecerá por esta censura sem minha permissão.” (Amic. Discussion, 1, 127,’The Facts About Luther,’ O’Hare, TAN Books, 1987, p. 201). – * (Imperial Encyclopedia and Dictionary © 1904 Vol. 4, Hanry G. Allen & Company), (Holman Bible Dictionary © 1991).A carta de Tiago que condena o “Somente a fé” em (2,20), (2,14-16) e (2,21-22), foi assim tratada pelo dito “reformador”: ”A carta de Tiago é uma carta de palha, pois não contém nada de evangélico.” (‘Preface to the New Testament,’ ed. Dillenberger, p. 19.).

Hoje, discretamente retiraram o “somente” das traduções protestantes posteriores, mas a doutrina de Lutero (sola fide) é a essência do protestantismo. Continua o jeito fácil de salvar-se, “somente” tendo fé, como determinou Lutero: “Seja um pecador e peque fortemente, mas creia e se alegre em Cristo mais fortemente ainda…Se estamos aqui (neste mundo) devemos pecar…Pecado algum nos separará do Cordeiro, mesmo praticando fornicação e assassinatos milhares de vezes ao dia”. (Carta a Melanchthon, 1 de agosto de 1521 – American Edition, Luther’s Works, vol. 48, pp. 281-82, editado por H. Lehmann, Fortress, 1963).


Zwinglio

Zwínglio foi além, na sua tradução alemã, ousou adulterar as mais importantes palavras de Jesus Cristo, com visível intenção de eliminar sua presença na Eucaristia. Colocou a palavra “significa”, onde Jesus diz que o pão “É” seu Corpo e o vinho “É” seu Sangue. Veja o repúdio de um autor protestante da época: “Não é possível de modo algum excusar este crime de Zwínglio; a cousa é por demais manifesta; (…) Não o podeis negar nem ocultar porque andam pelas mãos de muitos os exemplares dedicados por Zwinglio a Francisco, rei de França, e impressos em Zurique no mês de março de 1525. Na aldeia de Munder, na Saxônia, no ano 60 eu vi na casa do reitor do colégio, Humberto, não sem grande maravilha e perturbação, exemplares da Bíblia alemã, impressas em Zurique, onde
verifiquei que as palavras do Filho de Deus haviam sido adulteradas no sentido dos sonhos de Zwinglio. Em todos os quatro lugares (Mt., 26; Mc., 14; Lc., 22; I cor., 11) em que se referem as palavras da instituição do Filho de Deus, o texto achava-se assim falseado: Das bedeutet meinen Leib, das bedeutet meinen Blut, isto significa o meu corpo, isto significa o meu sangue.” (Conr. Schluesselburg, op. cit. f. 44 a.) (citações em padre Leonel Franca, op. cit., pág. 211).

Lutero levantou-se contra Zwinglio, e disse que isso “não pode ser traduzido por “significa”. (Uma Confissão a respeito da Ceia de Cristo – Von Abendmahl Christi, Bekenntnis WA 26, 261-509, LW 37. 151-372, PEC 287-296. – SASSE, H. Isto é o meu Corpo, p. 107). Citado em: 
http://www.seminarioconcordia.com.br/Artigos_Prunzel/A_Santa_Ceia%20_em_Lutero.mht

Eles corrigiram isso nas versões protestantes seguintes. Mas, até hoje os pastores pregam que “significa”.
Tyndale

Tyndale foi outro falsário protestante, por isso, morto por um decreto do imperador em Augsburg. O rei Henrique VIII já havia condenado em 1531 a “bíblia” de Tyndale como uma corrupção da Escritura. Nas palavras dos conselheiros do rei: “a tradução da Escritura corrompida por Tyndale deveria ser totalmente expelida, rejeitada e deveria ficar fora das mãos das pessoas…”. Para se pensar, que as “bíblias” protestantes de Tyndale ou Lutero fossem tão boas, por que os protestantes europeus hoje não as usam como fazem com a King James? São Thomas More, que viveu naquele tempo comentou que, procurar erros na “bíblia” de Tyndale era semelhante a procurar água no mar. (Henry G. Graham, Where We Got The Bible (TAN Books, 1977) pp. 128,130).

Miguel Servet

Miguel Servet foi outro protestante que morreu por corromper ao traduzir as Escrituras. João Calvino, o principal “reformador” protestante em 1522, obteve tantas cópias quanto pôde ter achado da Bíblia protestante de Miguel Servet para serem queimadas, já que Calvino não a aprovou. Depois Calvino queimou o próprio Miguel Servet na estaca. (Henry G. Graham, Where We Got The Bible (TAN Books, 1977) p. 129).


William Shakespear

William Shakespear, aquele da caveirinha, nasceu em 1564, e quando tinha 46 anos, em 1610, participou da tradução da Bíblia protestante do Rei Tiago (King James Version – KJV, publicada em 1611), e maliciosamente forçando a tradução, ele deixou autografado seu sobrenome no Salmo 46. Usando uma Bíblia KJV, localize o Salmo 46 e conte 46 palavras a partir do início: você encontrará a palavra “shake”. Vá agora para o final do mesmo Salmo e conte 46 palavras a partir da última voltando: você encontrará agora a palavra “spear”. Junte-as, e você obterá “Shakespear” (veja abaixo).

SALM 46 (King James Version):

“God is our refuge and strength, a very present help in trouble. Therefore will not we fear, though the earth be removed, and though the mountains be carried into the midst of the sea; Though the waters thereof roar and be troubled, though the mountains shake with the swelling thereof. Selah. There is a river, the streams whereof shall make glad the city of God, the holy place of the tabernacles of the most High. God is in the midst of her; she shall not be moved: God shall help her, and that right early. The heathen raged, the kingdoms were moved: he uttered his voice, the earth melted. The Lord of hosts is with us; the God of Jacob is our refuge. Selah. Come, behold the works of the Lord, what desolations he hath made in the earth. He maketh wars to cease unto the end of the earth; he breaketh the bow, and cutteth the spear in sunder; he burneth the chariot in the fire. Be still, and know that I am God: I will be exalted among the heathen, I will be exalted in the earth. The Lord of hosts is with us; the God of Jacob is our refuge”. (Charles The Hammer – Fonte: Catholic Apologetics .Net. 

E assim o malandro Shakespear fez sua travessura, nos Salmos da bíblia inglesa protestante. Apesar do descalabro acima, esta é tida pelos protestantes como sua melhor tradução. Isso porque foi literalmente traduzida da Vulgata Católica de São Jerônimo. O crítico bíblico protestante, George Campbell, disse: “A vulgata é, no geral, uma versão boa e fiel”. (Fonte: Lista Apologética Aplicada).

João Ferreira de Almeida

João Ferreira de Almeida, um protestante adolescente de 16 anos de idade, de origem portuguesa (que não era padre coisa nenhuma, mas usava esse título para ganhar credibilidade), afirmava ter feito a primeira tradução em língua portuguesa da Bíblia, diretamente dos originais em hebraico e grego. O que não é verdade.

Este, nunca teve a mão os originais da bíblia, mas, escritos do séc. XVI de Erasmo de Roterdam. Também valeu-se de traduções católicas em vários idiomas, como atesta a Enciclopédia Wikipédia: “João Ferreira de Almeida lançou-se num enorme projecto: a tradução do Novo Testamento para o português usando como base parte dos Evangelhos e das Cartas do Novo Testamento em espanhol da tradução de Reyna Valera, 1569. Almeida usou também como fontes nessa tradução, as versões: Latina (de Beza), Francesa [Genebra, 1588] e Italiana [Diodati 1641] – todas elas traduzidas do grego e do hebraico. O trabalho foi concluído em menos de um ano quando Almeida tinha apenas 16 anos de idade”. 


A tradução do NT do adolescente João Ferreira tinha tantos erros, que os revisores passaram quatro anos tentando corrigir o que ele fez em menos de um. Ele morreu em 1691, sem completar o VT, e outro continuou a desastrada missão. Antes de morrer, João Ferreira publicou uma lista de mais de mil erros em seu Novo Testamento, e Ribeiro dos Santos afirma serem mais. (Ribeiro dos Santos foi um importante historiador do protestantismo brasileiro. Ele era pastor presbiteriano).

Hoje, os erros aumentaram, incluindo os de gramática, com frases inteiras erradas, tanto pela fraseologia quanto pela ortografia e sintaxe. Em (Êxodo 9,24), (I Samuel 18,22) e (I Cor 4,3) a palavra espanhola “mui” aparece com grande frequência do VT ao NT, provando que a tradução não foi dos originais, mas, surrupiada de versões latinas.


As novas edições do adolescente João Ferreira, trazem muitos velhos erros, apesar de aparecer escrito na página inicial de cada volume, as frases: “EDIÇÃO REVISTA E CORRIGIDA”, ALMEIDA CORRIGIDA E FIEL. Tais expressões significam, em bom português, que o que foi impresso trouxe sempre erros e mais erros, a ponto de a própria legítima Palavra de Deus ter tido a necessidade de ser examinada de novo (revista) e “corrigida” por seres humanos incapazes, dando a entender que essa Palavra revelada pela Escritura Sagrada, no Antigo e no Novo Testamento, continha erros e precisou ser CORRIGIDA!

Em 1819, a Bíblia iniciada e não terminada por João Ferreira de Almeida foi publicada em um só volume pela primeira vez, com o título:

<<A Bíblia Sagrada, contendo o Novo e o Velho Testamentos, traduzida em português pelo Padre João Ferreira de Almeida, ministro pregador do Santo Evangelho em Batávia. Londres, na oficina de R. e A Taylor, 1819 – 8º gr. de IV – 884pp. A que se segue, com rosto e numeração o Novo Testamento, contendo IV – 279 páginas.>>

Note que 128 anos depois da morte de João Ferreira, que usava o título de “padre” para ganhar credibilidade, os protestantes, continuaram usando esse mesmo falso título, para dar credibilidade a sua bíblia ainda hoje infestada de erros. Alguns dizem que ele usava o título de “padre” ingenuamente, porque eram assim também chamados os missionários protestantes. Mas ingênuo mesmo, é quem crê numa marmelada destas.
Como se não bastasse as distorções das Sagradas Escritura, eles também a mutilaram arrancando-lhe sete livros.

Até o início do séc. XVII, os deuterocanônicos estavam lá nas Bíblias protestantes. Dá uma conferida na edição protestante KJV de 1611, e veja que nela estavam TODOS OS DEUTEROCANÔNICOS. Somente após a morte do Rei Tiago é que os protestantes resolveram “reformar” sua bíblia, ARRANCANDO-LHE definitivamente os deuterocanônicos, e os tachando erroneamente de “apócrifos”, por contrariarem suas doutrinas humanas. E ainda espalharam a mentira de que a Igreja os teria inserido no Concílio de Trento. Para desmascará-los, basta ver tais livros no índice de bíblia de Gutemberg, impressa quase um século antes deste Concílio.


Corrigindo os protestantes: <<Apócrifo>> sempre significou: [escritos de assunto sagrado não incluídos pela Igreja no Cânon das Escrituras autênticas e divinamente inspiradas,] (Dicionário Enciclopédia. Encarta 99). Ou seja, são os livros que ficaram fora do Cânon da Igreja. Esses é que são os espúrios, ocultos etc, etc..
Já os deuterocanônicos, estão sim no Cânon cristão. Confira: já escrevia Santo Agostinho, no ano 397: “… O cânon inteiro da Bíblia é o seguinte: os cinco livros de Moisés, ou seja, Gênese, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio,…
 Tobias, Éster e Judite, e os dois livros de Macabeus,… Para dois livros, Sabedoria e Eclesiástico, é designado Salomão como autor, mas nossa provável opinião é que foram escritos por Jesus, o filho de Sirac,… Baruque,…” (Santo Agostinho, Sobre a Doutrina Cristã, livro 2, cap. 8, 13 ano 397).

Virginia Mollenkott

Durante os anos em que a bíblia protestante NIV (Nova Versão Internacional), esteve sendo preparada (1968-1978), trabalhou na comissão Virginia Mollenkott. Ela declarou sem a menor cerimônia: “Meu lesbianismo sempre tem sido parte de mim…” (New International Version – What today’s Christian needs to know about the NIV, G.W. & D.E. Anderson, article no. 74 TBS).

Declarou ainda a tradutora protestante: “Até onde eu sei, ninguém incluindo o Dr. Palmer suspeitava que eu era lésbica enquanto eu estava trabalhando na NIV; era informação que eu mantinha privada naquela época”. (Carta de Virginia Mollenkott a Michael J. Penfold datada em 18 Dez. 1996).


Como resultado natural de seu homossexualismo, Virginia Mollenkott certamente influenciou o texto da NIV, que suprimiu palavras contundentes sobre a condenação que o Senhor faz à prática homossexual. A mais escancarada foi em 1Cor 6,10 onde as palavras “efeminados” e “sodomitas” [em grego literalmente “arsenokoites” – homem que pratica coito com outro homem], foram retiradas e substituídas por “male prostitutes” (homens prostitutos) e “homosexual offenders” (ofensores de homossexuais!). Veja, agora, que se você prega para um homossexual que ele está em pecado quando pratica o homossexualismo, você o está ofendendo e você é que está cometendo o pecado imperdoável!!!

A corrupção foi tanta, que 64.576 palavras estão faltando na corrupta NVI e DEZESSETE VERSOS INTEIROS! Veja a lista:

Em Mateus: 3 versos: 17:21, 18:11 e 23:14.

Em Marcos: 5 versos: 7:16, 9:44, 9:46, 11:26 e 15:28.

Em Lucas: 2 versos: 17:36, 23:17.

Em João: 1 verso: 5:4.

Em Atos: 4 versos: 8:37, 15:34, 24:7, 28:28,

Em Romanos: 1 verso: 16:24 e

Em 1João: 1 verso: 5:7.

Total: 17 versos subtraídos!

A NVI foi lançada no Brasil, e certamente é a preferida das igrejas evangélicas gays: ‘Sinos de Belém’ e ‘Acalanto’. Ótima, para as corriqueiras cerimônias “matrimoniais” gays da igreja presbiteriana.

E assim vai o povo errante do “Somente a fé”, do “significa”, dos falsários mortos, do errático tradutor de dezesseis anos que dizia-se “padre”, do “revista e corrigida”, do “ corrigida e fiel”, do Shakspear, do arranca livros e da lésbica tradutora, chamando o Todo Poderoso Deus, de “El Shadai”(???), de “Jeová” (???), ou qualquer outra coisa que os corruptores determinarem. O problema como vimos, é que seus ludibriados leitores viciam na palavra errada.


O Reverendo. Dr. Aked, ministro batista, declarou à “Appleton’s Magazine,” em setembro de 1908:

“Nas páginas da versão protestante da Bíblia será achado erros históricos, enganos aritméticos, inconsistências e contradições múltiplas, e, o que é longe pior, a pessoa acha que os crimes mais horríveis são cometidos por homens que falam: ‘Deus disse,’ em justificação de seus terríveis atos. Além disso, a Bíblia inglesa é uma versão de uma versão que é uma tradução de uma tradução. Veio do hebraico, grego e latim em inglês. Em todas suas fases antigas foi copiada à mão de um manuscrito a outro por escritores diferentes, um processo que resultou em muitos enganos”.

Corrompendo e mutilando a Bíblia, Lutero e seus seguidores caem sob a maldição da própria Bíblia, que diz:

“Eu declaro a todos aqueles que ouvirem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhes ajuntar alguma coisa, Deus ajuntará sobre ele as pragas descritas neste livro; E se alguém dele tirar qualquer coisa, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, descritas neste livro.” (Ap. 22,18-19).

“É que de fato, não somos, como tantos outros, falsificadores da palavra de Deus. Mas é na sua integridade, tal como procede de Deus, que nós a pregamos em Cristo, sob os olhares de Deus.” (2 Cor. 2,17).

Autor: Fernando Nascimento
Bibliografias ao longo do texto


MAIS UMA ADULTERAÇÃO PROTESTANTE DESMASCARADA: Percebam a malandragem protestante e como é fácil iludir um Filho de Lutero.

BÍBLIA FININHA E ADULTERADA PROTESTANTE DIZ: “Eu sou o Senhor; este é o meu nome, não darei a outro a minha glória nem a IMAGENS o meu louvor” (Isaías 42:8)

BÍBLIA ORIGINAL CATÓLICA: “Eu sou o Senhor, esse é meu nome, a ninguém cederei minha glória, nem a ÍDOLOS minha honra” (Isaías 42,8)

Perceberam a astúcia da serpente ardilosa?

O Protestante Almeida, inspirado por satanás, arrancou a palavra “ÍDOLOS” e a substituiu pela palavra “IMAGENS”.

E o iludido protestante até hoje está a serviço do Demônio, deturpando a Bíblia, para acusar os verdadeiros Cristãos de idólatras.


EXPLICAÇÃO DA ADULTERAÇÃO:

Em Is 42, 8, Deus fala, com muita clareza, que não dividiria Sua glória com outros deuses (ou com outros ídolos, dependendo da tradução).

O Protestante - como sempre - com a livre interpretação correndo na veia, faz sua interpretação enviesada e descontextualizada.

Vejam como Deus NÃO divide sua Glória, APENAS COM OS ÍDOLOS, mas a divide com os Homens:

Salmo 8,6: “(Tu, Senhor), fizeste (o homem) pouco menos do que os anjos, coroando-lhe de GLÓRIA e de HONRA.”

“Nossas tribulações momentâneas não têm comparação com o PESO eternos de GLÓRIA que nos está preparado nos céus.” (2Cor 4,17)

Os protestantes, no entanto, com a sua sola algumas partes da scriptura, afirmam que Deus não cede a ninguém Sua Glória, continuando com apenas o que lhes interessa e desprezando tudo o mais. E, depois, acusam a Igreja Católica de desrespeitar a Bíblia.

Para completar a tragédia, além de lerem apenas o que lhes interessam, AINDA LÊEM MAL. E DÁ-LHE SOLA SCRIPTURAAAAAAA!!!!!!

Amigos, sabemos que além da Reforma ter retirado 7 Livros da bíblia, ainda faltam nas bíblias protestantes, partes dos livros de Ester e Daniel ou seja, além dos 7 livros retirados, foram retirados algumas partes desses dois livros, ou seja eles consideram os livros de Ester e Daniel como parcialmente inspirados (como se isso fosse possível). É Evidente que eles escolheram na bíblia somente o que convém, retirando tudo o que contrariava as doutrinas diabólicas de Lutero, na verdade eles não obedecem à bíblia, e sim Lutero e suas interpretações errôneas, esse ex-monge herege que chegou a dizer que Jesus teve um caso com Maria Madalena:

“Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela? ”Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de
morrer” (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

Pobres Protestantes! Só conhecem um lado da vida de Lutero, o outro lado desconhecem por completo, deve ser por isso que o veneram tanto. Além disso Lutero mandou matar 50 mil anabatistas em uma só semana, e depois nos julgam pela Santa inquisição.

Bom, resumindo, além de todos esses absurdo, ainda vemos que o que “restou” da bíblia protestante, ainda foi adulterado, isso é facilmente visto por quem busca a linguagem original que a bíblia foi escrita, lá no tempo do papiro ainda. Ou seja, principalmente o Grego, hebraico e aramaico.

Recorremos a Linguagem original e veja o quanto a bíblia deles é de Péssima tradução, traduzida como convém ou seja, Traduzida no intuito de Destruir a Igreja Católica.´
  
CHEIA DE GRAÇA OU AGRACIADA? 


BÍBLIA CATÓLICA (ORIGINAL):

“Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo”
 (Lc 1,28).

BÍBLIA PROTESTANTE (Atualização Revisada de João Ferreira de Almeida):

“E, entrando o anjo onde ela estava disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo.” (LC 1:28).

PROVA DA ADULTERAÇÃO:

A expressão “Cheia de Graça” consta no original grego como KARITOU.

Esta palavra grega expressa a Graça de Deus em sentido máximo, isto é, em toda sua plenitude.
Ela é também utilizada por São Paulo em sua carta aos Efésios:

“No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade, para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça [charitoo], que nos foi concedida por ele no Bem-amado”
 (Ef 1,5-6)

Não foi sem razão que São Jerônimo (séc. IV), o MAIOR ESPECIALISTA cristão nas línguas bíblicas, quando traduziu as Escritura para o Latim(tradução conhecida como Vulgata), traduziu karitou por gratia plena.

O termo protestante “agraciada” NÃO TRANSMITE a plenitude da Graça recebida por Nossa Senhora.

Este termo transmite uma imprecisão que não se encontra no original grego, portanto torna-se infiel à Verdade, LOGO É IMORAL.

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO PROTESTANTE:

NEGAR A IMACULADA CONCEIÇÃO DE MARIA, AFIRMANDO QUE ELA É PECADORA

É claro que esta manobra protestante foi aí colocada para negar a bem-aventurança dada por Deus à Virgem Maria.

Falsearam a Verdade sob o véu da imprecisão.
Enfim, se fosse para o Protestantismo ensinar a Verdade, não existiria, seria Catolicismo.

MULHER IRMÃ ou ESPOSA CRENTE???? 

BÍBLIA CATÓLICA:

“Acaso não temos nós direito de deixar que nos acompanhe uma MULHER IRMÃ, a exemplo dos outros apóstolos e dos irmãos do Senhor e de Cefas? ” 
(I Coríntios 9,5)

BÍBLIA PROTESTANTE:

“Não temos nós direito de levar conosco uma ESPOSA CRENTE, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas? “
(1Co 9:5)

PROVA

Original Grego: “me ouk ecomen exousian ADELFEN GUNAIKA periagein on kai oi loipoi apostoloi kai oi adelfoi tou kuriou kai kefan”

GUNAIKA – significa mulher mas pode também ser traduzido como esposa assim como acontece no português;

DELFE – significa irmã e nunca “CRENTE” como foi traduzido no texto protestante.

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO

Provar que os apóstolos não praticavam o celibato.

PARENTA OU PRIMA??? 


BÍBLIA CATÓLICA:

“Também Isabel, tua PARENTA, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril…”
 (Lc 1,36)

BÍBLIA PROTESTANTE:

“Também Isabel, tua PRIMA, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril…”
 (Lc 1,36)

FINALIDADE

Provar que existia esta expressão (PRIMA) na época para tentar provar Jesus tinha irmãos.

OBS: Na época de Jesus não se tinha, as palavras tios, tias, primos, primas…
MAS, O TERMO IRMÃO OU PARENTE.

IRMÃOS OU SEGUIDORES? 

BÍBLIA CATÓLICA ORIGINAL:

“Depois apareceu a mais de quinhentos IRMÃOS de uma vez, dos quais a maior parte ainda vive (e alguns já são mortos);” ( 1Cor 15,6)

BÍBLIA PROTESTANTE:

Nova Tradução na Linguagem de Hoje, Barueri (SP) Sociedade Bíblica do Brasil, 2000 Série NTLH40/7 SBB 2003:

“Depois, apareceu de uma só vez, a mais de quinhentos SEGUIDORES, dos quais a maior parte ainda vive, mas alguns já morreram”
(1Cor. 15:6)

FINALIDADE PROTESTANTE: Maliciosa e malandramente Trocaram IRMÃOS por SEGUIDORES.

Fazendo isso, escamoteiam que assim fica provado que a palavra IRMÃOS, não pode ser usada para justificar que os supostos irmãos de Jesus eram filhos de Maria.

Como explicar que Maria teve MAIS DE 500 FILHOS?

EXCLUIU A PENITÊNCIA 

Encontramos várias passagens mais destacarei MT 3,2

BÍBLIA CATÓLICA (Versão Ave Maria): “Dizia ele: Fazei penitência porque está próximo o Reino dos céus”.
 (MT 3,2)

VERSÃO GREGA SEPTUAGINTA + NT: “Kai legwn metanoeite hggiken gar h basileia twn ouranwn..”
 (MT 3,2)

BÍBLIA PROTESTANTE (Versão Almeida corrigida e revisada): “E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”.
 (MT 3,2)

PROVA

A palavra Grega “Metanoia” significa fazer penitênica, mas essa foi omitida e trocada por outras palavras.

FINALIDADE: Primeiramente atacar a penitência do sacramento da confissão e segundo para dar suporte a heresia do Sola Fide, pois ao ser salvo pela fé já não há mais necessidade de penitências.

“PROCISSÃO” OU “CARREGAM OS SEUS ÍDOLOS” ??? 


PROCISSÃO no lugar de AQUELES QUE TRAZEM Exemplos das falsificações protestantes estão em Isaías 44,9-10.15.17.

O falsário protestante, além de enfiar “imagem de escultura” onde consta ÍDOLO, ainda enfiou criminosamente a palavra “procissão” em (Is 45,20).

BIBLIA CATÓLICA

Isaías 45,20: “Vinde, reuni-vos todos, aproximai-vos, vós que fostes salvos dentre as nações! Nada disso compreendem AQUELES QUE TRAZEM SEU ÍDOLO DE MADEIRA, aqueles que oram a um deus impotente para salvar”

BIBLIA PROTESTANTE ADULTERADA

Isaías 45:20: “Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações; nada sabem os que conduzem em PROCISSÃO AS SUAS IMAGENS DE ESCULTURA, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar.”

ORIGINAL FRANCÊS:

Isaías 45,20: “Assemblez-vous et venez, approchez ensemble, Réchappés des nations! Ils n`ont point d`intelligence, ceux qui portent leur idole de bois, Et qui invoquent un dieu incapable de sauver.”

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO:

Forçar a falsa ideia que a procissão católica não passa de uma forma de idolatria, ou melhor caluniar os católicos de IDÓLATRAS.

BÍBLIA CATÓLICA Ed. Pastoral,43° ediçao de fevereiro 2001: 

“Jesus respondeu: ‘Eu lhe garanto: hoje mesmo você estará comigo no paraíso’” (S. Lucas 23,43).

BÍBLIA PROTESTANTE mesmo Cap. e vers. na tradução das Testemunhas de Jeová. (O novo mundo das escrituras):

Jesus respondeu: “Eu lhe garanto hoje: estará comigo no paraíso.”

Finalidade: Colocar uma vírgula onde não há, para dizer que o ladrão IRIA para o paraíso um dia, e não súbito à sua morte!

“NÃO MULTIPLIQUEIS AS PALAVRAS” OU “NÃO USEIS DE VÃS REPETIÇÕES”?


TEXTO ORIGINAL GREGO

Προσευχόμενοι δὲ μὴ βατταλογήσητε ὥσπερ οἱ ἐθνικοί, δοκοῦσιν γὰρ ὅτι ἐν τῇ πολυλογίᾳ αὐτῶν εἰσακουσθήσονται. (Mt 6,7)

TRADUÇÃO CATÓLICA

“Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.”
 (Mt 6,7)

TRADUÇÃO PROTESTANTE

“E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.”
(Mt 6,7)

SIGNIFICADO DA PALAVRA

βατταλογήσητε  gaguejar, isto é (por consequência) tagarelar tediosamente, isto é, FICAR FALANDO, FALANDO… Nada, portanto, de “vãs repetições” como adulteram os protestantes para condenar os católicos.

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO: Acusar falsamente a IGREJA CATÓLICA de rezar orações repetitivas, embora meditadas e proferidas com muito amor.

Partido ou Entregue? 

BÍBLIA PROTESTANTE: 1Cor 11:23-24

“Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é PARTIDO por vós; fazei isto em memória de mim.”

BÍBLIA CATÓLICA 1Cor 11,23-24
“Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é ENTREGUE por vós; fazei isto em memória de mim.”

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO: Dizer que o Pão e o Vinho são simbólicos, negar a Eucaristia como sendo verdadeiro Corpo e Sangue do Nosso Senhor Jesus Cristo.


HONRA OU PROVÉM??? 

São Lucas 1,43

“Donde me vem esta HONRA de vir a mim a mãe de meu Senhor?”

E de onde me PROVÉM isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor?”

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO: Minimizar a importância da visita de Maria a sua prima Isabel.

CO-ELEITA EM BABILÔNIA ou IGREJA ESCOLHIDA DE BABILÔNIA? 


BÍBLIA PROTESTANTE: “A vossa CO-ELEITA EM BABILÔNIA vos saúda, e meu filho Marcos.”

BÍBLIA CATÓLICA: ”A IGREJA ESCOLHIDA DE BABILÔNIA saúda-vos, assim como também Marcos, meu filho.”

FINALIDADE DA ADULTERAÇÃO: Esconderam a palavra Igreja para tentar fazer acreditar que a Igreja eleita não estava em Roma, além do que, usaram Babilônia com letra minúscula para não parecer um nome próprio.

BÍBLIA DE LUTERO OS PRÓPRIO PROTESTANTES FALAM DE SUAS FALSIFICAÇÕES 


AUTORES PROTESTANTES

– JERÔNIMO EMSER – “Lutero vira de tal modo a Bíblia para a fé sem as obras, que no fim, não há mais uma coisa nem outra”. Indica 1400 falsificações;

– JOÃO DIETENBERGER, (contemporâneo de Lutero): “O que Lutero não quer, ele o suprime da Bíblia; o que se ajusta com o seu querer ele o ajunta, em prova de seus erros”. (Grisar III. 440 nota 1)

– PHILIPS VON MARNIX – “De todas as traduções em uso nas igrejas protestantes, nenhuma existe que se afaste tanto do texto original, como a de Lutero”. (Tübenger Theol.: Quartalschrift, 1848);

– JOSIAS BUNSEN – assinala cerca de 3.000 passagens falsificadas, e intitula a obra de Lutero a menos exata de todas. (F. Nippold: Christian Von Bunser. 1868, III, 182)

E para aqueles que Adulteram e mutilam a Bíblia, o Livro do Apocalipse adverte severamente: Apocalipse 22,18-21: “Eu declaro a todos aqueles que ouvirem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhes ajuntar alguma coisa, Deus ajuntará sobre ele as pragas descritas neste livro; e se alguém dele tirar qualquer coisa, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, descritas neste livro. Aquele que atesta estas coisas diz: Sim! Eu venho depressa! Amém. Vem, Senhor Jesus! A graça do Senhor Jesus esteja com todos.”
________________________________________________
Front Católico