Adsense Teste

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Bispo reza pelo homem que o atacou durante Missa nos Estados Unidos


O Bispo Auxiliar de Newark (Estados Unidos), Dom Manuel Aurélio Cruz, que foi agredido no dia 28 de janeiro enquanto celebrava a Missa na Catedral local, afirmou que ainda está dolorido, mas já se sente melhor e reza por seu agressor.

Em declarações ao canal CBS2, o Prelado disse: “Estou dolorido e um pouco assustado. Sou só um ser humano, mas estou bem”.

Depois do ataque, o Bispo foi conduzido a um hospital local, onde levou 30 pontos no machucado que teve na boca.


Dom Cruz, nascido em Havana (Cuba) e desde 2008 é Bispo Auxiliar de Newark, disse também que seu agressor, Charles Miller, “é meu irmão e rezo por ele”.

O Prelado agradeceu às pessoas que expressaram solidariedade, especialmente o acólito que o protegeu depois que ele levou um soco no rosto e caiu no chão.

“Enquanto estava deitado no altar, pensando que poderia morrer, ele (o acólito) me segurou e disse ‘padre não vá, eu estou aqui’”, disse o Bispo.

Vários policiais participavam da Missa, o que permitiu a prisão imediata de Miller.

Evelyn Padin, uma paroquiana que participava desta Missa dedicada ao jogador de beisebol Roberto Clemente, disse que depois do incidente, “todo mundo começou a gritar e deve ter sido a coisa mais assustadora que já vimos”.

“Todas as pessoas deitaram no chão pensando que algo terrível havia acontecido e, de fato, aconteceu”.

Sophia, filha de Evelyn, enviou uma carta ao Bispo que a batizou quando era pequena, na qual escreveu: “Rezo pelo senhor e mando beijos e abraços por sua recuperação. Também rezo por este homem que te machucou”.
_________________________
ACI Digital