Adsense Teste

domingo, 26 de fevereiro de 2017

A maioria dos bispos são culpados por não levarem a sério o demônio, advertiu exorcista


Se todos os Bispos do mundo viessem até ele para uma confissão, se recusaria a dar a absolvição para a maioria deles, a menos que se arrependessem de terem negligenciado a responsabilidade de expulsar os demônios, disse o falecido Pe. Gabriele Amorth em entrevista a John L. Allen jr., no ano 2000.

Pe. Amorth morreu no início de setembro de 2016 com 91 anos de idade, sendo exorcista da diocese de Roma desde meados da década de 1980, tendo realizado dezenas de milhares de exorcismos.

Não está claro se o Frei Gabriele Amorth teria um pensamento similar nos dias atuais sobre os bispos do mundo (16 anos depois da entrevista), já que desde então houve uma explosão no número de exorcistas designados em todo o mundo, inclusive com o Vaticano oferecendo cursos de exorcismo. Papa Francisco, em particular, tem pregado bastante sobre a realidade do demônio. Tanto que a mídia secular se perguntou “Por que o Papa Francisco é Tão obcecado com o diabo?”. 

De acordo com o Catecismo, apenas bispos e sacerdotes autorizados por um bispo estão autorizados a realizar exorcimos (CIC 1673). Isto também é afirmado no Código de Direito Canônico (CDC 1172 §1). Portanto, se um bispo diocesano não acredita em demônios ou exorcismos, ou acha que não é importante, ninguém em sua diocese terá autoridade para exercer este importante aspecto do ministério da Igreja.
___________________________

ChurchPOP