Adsense Teste

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

México: Conferência do Episcopado Mexicano expressa sua dor pela morte do Pe. Joaquín Hernández Sifuentes


A diocese de Saltillo (México) informou que no dia 12 de janeiro o Pe. Joaquín Hernández Sifuentes foi encontrado sem vida, depois de terem denunciado o seu desaparecimento em 7 de janeiro.

O sacerdote entraria de férias depois das Missas de Ano Novo, entretanto, no dia 3 de janeiro já não foi visto em sua casa na Paróquia Sagrado Coração, em Aurora, Coahuila, embora suas malas estivessem lá. Estas e outras circunstâncias levaram a informar sobre seu desaparecimento à Procuradoria Geral do Estado de Coahuila.

Em um comunicado publicado ontem, a diocese liderada pelo Bispo Raúl Beira confirmou “com profunda tristeza que nosso irmão Joaquín Hernández Sifuentes, sacerdote diocesano que estávamos procurando incansavelmente, com a grande esperança de encontrá-lo vivo, partiu para a Casa do Pai eterno”.

“Ontem à tarde, as autoridades informaram que foi encontrado sem vida”, precisa o texto.

Segundo a imprensa local, o corpo foi encontrado junto com o de outras duas pessoas em uma área do município de Parras de la Fuente, em Coahuila. Depois destes acontecimentos, a Procuradoria começou uma investigação por homicídio.

O corpo do presbítero foi levado ao Serviço Médico Forense para realizarem a necropsia correspondente e determinar as causas da sua morte.

O automóvel do sacerdote, um Volkswagen derby branco, foi encontrado na Colônia Residencial Cuauhtémoc, no estado limítrofe de Nuevo León.

O comunicado da diocese de Saltillo recorda que o sacerdote era uma pessoa que “buscava a perfeição em qualquer atividade que realizava” e a proximidade das pessoas para com ele “se reflete no carinho que os paroquianos demonstraram inclusive nos últimos 10 dias”. 

A Conferência do Episcopado Mexicano (CEM) também expressou as suas condolências e assegurou em um comunicado que “o mal não vencerá e que a morte não é o final da mensagem de amor e de esperança que nosso Senhor Jesus Cristo trouxe, a qual o Padre Joaquín encarnou em sua vida ministerial”.

“Pedimos a Deus pelo seu eterno descanso e também pedimos para que o Senhor conceda aos seus familiares e amigos a fortaleza, a esperança e o consolo da fé”, indicaram os bispos em sua mensagem de pêsames.

O velório do Pe. Hernández será no dia 15 de janeiro na capela do Seminário diocesano, de meio-dia até meia-noite, e o funeral será no dia 16, às 10h, na Catedral de Saltillo.

O Pe. Joaquín Hernández Sifuente foi ordenado sacerdote em 2004, aos 30 anos. Sua primeira missão foi na Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso, no município de Castaños, Cohauila.

Em seguida, foi vigário no Santuário de Guadalupe, em 2006, e, em 2008, Vigário da Paróquia da Divina Providência, ambas na localidade de Monclova.

Foi transferido a Saltillo em 2013, à Paróquia Sagrado Coração de Jesus, e foi designado, um ano depois, à uma Paróquia com o mesmo nome em La Aurora, Coahuila.

“Em Joaquín, também tiraram de nós um irmão e um filho. Descanse em paz presbítero Joaquín Hernández Sifuentes”, conclui o texto da diocese de Saltillo assinado por Dom Raúl Vera e Gerardo Escareño, Vigário Geral.
________________________________________

ACI Digital