Adsense Teste

domingo, 11 de dezembro de 2016

Explosão em igreja copta deixa ao menos 25 mortos no Egito


Um novo massacre de fiéis coptas voltou a ensanguentar o Egito. Uma bomba foi deflagrada na manhã deste domingo na Capela dos Santos Pedro e Paulo, adjacente à Catedral de São Marcos, no Cairo, deixando ao menos 25 mortos e dezenas feridos, sobretudo mulheres e crianças.

Segundo a emissora por satélite CBC extra, a explosão teria ocorrido na seção feminina da igreja. A adjacente Catedral de São Marcos é a residência do Patriarca copta Papa Tawadros II, a quem o Papa Francisco se dirigiu expressando sua proximidade durante a oração do Angelus, este domingo, na Praça São Pedro.

Segundo a agência missionária AsiaNews, o ministro dos assuntos internos do Egito Magdi Abdel-Ghaffar visitou a igreja, cuja explosão deixou vitrais e janelas destruídas e marcas de sangue espalhadas no templo. Até o momento não houve nenhuma reivindicação.

O atentado da manhã deste domingo é um dos mais graves sofridos pela comunidade cristã copta. Na celebração do Natal copta, em 1º de janeiro de 2011, em Alexandria, um ataque terrorista causou a morte de 21 pessoas e o ferimento de mais de 70. 

A comunidade cristã (10% da população de maioria islâmica) sofre há décadas discriminações e violências, recrudescidas após o presidente egípcio Mohamed Morsi – da Irmandade Muçulmana – ter sido apeado do poder por obra do Gal. Abdel Fattah Al Sissi.

Os cristãos do Egito sofreram nos últimos anos cerca de 40 ataques, com dezenas de mortos. (RL)
______________________________________

Rádio Vaticano