Adsense Teste

domingo, 18 de dezembro de 2016

Espanha: Prefeita de Madri veta presépio na ‘Puerta de Alcalá’ e católicos respondem


Diante da decisão da prefeita de Madri (Espanha), Manuela Carmena, do partido político de esquerda ‘Podemos’, de não colocar presépios na emblemática Puerta de Alcalá, centenas de cidadãos expressaram seu rechaço e levaram um monte de presépios ao local.

Carmena decidiu, como no ano passado, enfeitar a Puerta de Alcalá somente com símbolos natalinos que não são considerados religiosos.

Os cidadãos que levaram os seus presépios ao local publicaram nas redes sociais para expressar que não estão de acordo com a medida laicista de Carmena.

Muitos madrilenos colocam a cada dia o seu presépio na Puerta de Alcalá como sinal de protesto e compartilham as fotos no Twitter com a hahstag #PontuBelenPuertadeAlcala.

Segundo informa ‘OKDIARIO’, Manuela Carmena declarou a respeito da sua decisão da proibição de presépios que o município deseja continuar tendo “um Natal para todos e onde haja todas as visões de Natal”.

“De maneira especial, recordar que tem uma origem cristã, mas já é uma festa de todos, que passou por um processo de laicidade muito interessante”, diz a ex-juíza e indica que “começa com a esperança de que o Natal seja uma celebração de companhia, empatia e solidariedade”.



No ano passado, o município não montou o tradicional presépio e prescindiu das imagens religiosas, decorando a Puerta de Alcalá com motivos florais. Desta vez, o tema escolhido são as bolas da árvore de Natal.

Ex- prefeitos da capital espanhola como Ana Botella ou Alberto Ruiz-Gallardón apresentavam no início do Natal o presépio de tradição napolitana, no Palácio de Cibeles.

Entretanto, os dois natais de Carmena como líder do município de Madri convocou os meios de comunicação ao salão de exposições em Matadero Madri para apresentar a programação de atividades nestas datas, sem nenhuma referência religiosa.
___________________________________

ACI Digital