Adsense Teste

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Padre condenado pelo STJ por tentar impedir aborto responde a todos que desejam ajudá-lo.


Caros amigos,
Salve Maria!

Alegra-me ver que vocês se alegram comigo e sofrem comigo.

No entanto, peço que não façam doações para pagar a indenização por danos morais a que fui condenado pelo STJ (http://naomatar.blogspot.com.br/).

E isso por dois motivos:

1º) Fui eu que fui condenado, não o Pró-Vida de Anápolis. Nenhum dinheiro depositado na conta do Pró-Vida poderá ser usado em meu benefício.

2º) Ninguém pode ser executado acima do próprio patrimônio. Se eu sou condenado a pagar R$ 1.000.000,00 , mas só tenho R 1,00 , pago R$ 1,00 e o processo se extingue. Assim, não se preocupem comigo. Não tenho, nem de longe, o patrimônio que a advogada da parte autora deseja de mim. Os livros que possuo não são penhoráveis. A escova de dentes? O guarda-chuva? Vai se muito difícil encontrar alguma coisa além de decepção.

Portanto, não se preocupem. 

Continuamos precisando muito de doações, sim, mas elas irão para as gestantes, para os bebês, enfim, para o Pró-Vida de Anápolis, não para pagar condenação judicial.

Avisem isso aos amigos, por favor.
Deus lhes paguem.
Alegrem-se comigo! Estamos sofrendo por Jesus e com Jesus.


O escravo de Jesus em Maria,

Padre Luiz Carlos Lodi da Cruz