Adsense Teste

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

México: Corpo de sacerdote sequestrado é encontrado.


A Procuradoria de Justiça de Michoacán (México) informou que o corpo do Pe. José Alfredo López Guillén, sequestrado em 19 de setembro, foi encontrado este domingo (25/09) em um trecho da estrada Puruándiro-Zináparo, nas proximidades de sua paróquia, a Santíssima Trinidade; tornando-se o terceiro sacerdote assassinado no país em uma semana.

O sacerdote foi encontrado no sábado à noite e, segundo a necropsia “a causa da morte foram feridas produzidas por projétil de arma de fogo, com uma rigidez cadavérica de aproximadamente 120 horas”.

De acordo com a Procuradoria, o Pe. López Guillén foi visto pela última vez na noite da segunda-feira, 19. Tinha ido a um estabelecimento para pedir que lhe enviassem alimentos, que foram entregues pessoalmente na paróquia.

Na mesma noite, o sacerdote enviou uma mensagem à empregada que preparava suas refeições, para avisá-la que não era necessário que fosse trabalhar na terça-feira. A família do Pe. López Guillén denunciou o seu desaparecimento na quarta-feira.

A Arquidiocese de Morelia também anunciou que o sacerdote foi encontrado através da sua conta no Twitter. 

Na última quinta-feira, 22, o Arcebispo de Morelia, Cardeal Alberto Suárez Inda, pediu em um vídeo publicado no Youtube que fosse respeitada a vida do Pe. López Guillén.

O sequestro do Pe. López Guillén ocorreu no mesmo dia em que as autoridades encontraram os corpos dos sacerdotes Alejo Nabor Jiménez Juárez e José Alfredo Juárez de la Cruz, na diocese de Papantla, localizada no estado de Veracruz.

A região é controlada por carteis de droga e os sacerdotes denunciavam a violência. Somente no período presidencial de Enrique Peña Nieto, iniciado em dezembro de 2012, no México foram assassinados 15 sacerdotes, além de dois leigos engajados nas pastorais. Atualmente, dois sacerdotes estão desaparecidos.  

No Angelus deste domingo, o Papa Francisco pediu o fim da violência no país com estas palavras:

“Uno-me de bom grado aos Bispos do México em apoiar os esforços da Igreja e da sociedade civil em favor da família e da vida, que neste momento exigem uma atenção pastoral e cultural especial em todo o mundo. E também asseguro a minha oração para o amado povo mexicano, a fim de que cesse a violência que nos últimos dias atingiu também alguns sacerdotes.” 
_______________________________
ACI / Rádio Vaticano