quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Exaltação da Santa Cruz


Nos reunimos com todos os santos, neste dia, para exaltar a Santa Cruz, que é fonte de santidade e símbolo revelador da vitória de Jesus sobre o pecado, a morte e o demônio; também na Cruz encontramos o maior sinal do amor de Deus, por isso : “Nós, porém, pregamos um Messias crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos ” (I Cor 1,23).

Esta festividade está ligada à dedicação de duas importantes basílicas construídas em Jerusalém por ordem de Constantino, filho de Santa Helena. Uma, construída sobre o Monte do Gólgota e outra, no lugar em que Cristo Jesus foi sepultado e ressuscitado pelo poder de Deus. A dedicação destas duas basílicas remonta ao ano 335, quando a Santa Cruz foi exaltada ou apresentada aos fiéis. Encontrada por Santa Helena, foi roubada pelos persas e resgatada pelo imperador Heráclio.

Graças a Deus a Cruz está guardada na tradição e no coração de cada verdadeiro cristão, por isso neste dia, a Igreja nos convida a rezarmos: “Do Rei avança o estandarte, fulge o mistério da Cruz, onde por nós suspenso o autor da vida, Jesus. Do lado morto de Cristo, ao golpe que lhe vibravam, para lavar meu pecado o sangue e a água jorravam. Árvore esplêndida bela de rubra púrpura ornada dos santos membros tocar digna só tu foste achada”.“Viva Jesus! Viva a Santa Cruz!”

Santa Cruz, sede a nossa salvação!


Exaltai ao Senhor, nosso Deus 
e prostrai-vos ante o escabelo de seus pés 
porque Ele é Santo.

Salva-nos, ó Filho de Deus, 
Tu que foste crucificado na carne, 
a nós, que a Ti cantamos: aleluia!

Salva, Senhor, o teu povo 
e abençoa a tua herança. 
Concede à tua Igreja a vitória sobre o mal 
e guarda o teu rebanho pela tua Cruz.

Tu, ó Cristo Deus, que, voluntariamente, foste erguido na Cruz, 
tem compaixão do povo que traz o teu Nome. 
Alegra, pelo teu poder, a tua santa Igreja 
e concede-lhe a vitória sobre o mal. 
Que tua aliança seja para nós 
uma arma de paz e um troféu de vitória!

Diante da tua Cruz † (sinal da cruz), ó Mestre, nos prostramos 
e glorificamos a tua santa Ressurreição. (3 vezes)

Glória ao Pai † …

E glorificamos a tua santa Ressurreição.

Diante da tua Cruz †, ó Mestre, nos prostramos 
e glorificamos a tua santa Ressurreição.

Exaltai ao Senhor, nosso Deus 
e prostrai-vos ante o escabelo de seus pés porque ele é Santo.

O Senhor reina, alegrem-se os povos; 
seu trono está sobre os Querubins, vacila a terra. (Sl 99, 5)

Aleluia, aleluia, aleluia!

Lembra-te do teu povo que elegeste há tanto tempo; 
recuperaste o cetro de tua herança. 
Aleluia, aleluia, aleluia!

Deus, que é nosso Rei antes dos séculos, 
operou a salvação no meio da terra. 
Aleluia, aleluia, aleluia!

Ó Mãe de Deus, tu és o paraíso místico, 
pois sem ser cultivada, produziste Cristo, 
que plantou a árvore da Cruz. 
Por isso, agora O adoramos crucificado 
e a ti exaltamos.

Gravada está sobre nós, Senhor, 
a luz da tua face. 
Aleluia, aleluia, aleluia!

Ó Cristo Deus, que voluntariamente foste suspenso à Cruz, 
tem compaixão do povo que traz o teu nome. 
Alegra, pelo teu poder, a tua santa Igreja 
dando-lhe a vitória sobre o mal. 
Que tua aliança seja para nós 
uma arma de paz e um troféu de vitória.

Cumprida, Senhor foi a palavra de teu profeta Moisés: 
«Vereis vossa Vida suspensa a vossos olhos». 
Hoje, a Cruz é exaltada e o mundo se liberta do erro. 
Hoje, renova-se a ressurreição de Cristo; 
regozijam-se os confins da terra, 
e, com hinos e salmos, como outrora Davi, exclamam: 
«Realizaste hoje, a salvação do mundo, 
passando pela Cruz e a Ressurreição, 
pelas quais nos libertaste, Senhor Nosso Deus!»


Ó Tu, que amas a humanidade, Senhor, glória a Ti!