Adsense Teste

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Como reconhecer o Anticristo, suas seduções e enganos

 

O Anticristo seduzirá aos que não tem caridade; por isso há que pedir à Deus que se digne chamar-nos e não permita que nos apartemos da verdade.


Por isso Deus lhes enviará ou permitirá que obre neles o artifício do erro, com que creiam na mentira, para que sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas que se comprazeram na maldade. Mas nós devemos sempre dar graças à Deus por vós, irmãos amados de Deus, por Deus havê-los escolhido por primícias de salvação, mediante a santificação do espírito e a verdadeira fé que lhes foi dada; na qual os chamou assim mesmo por meio de nosso Evangelho, para fazê-los chegar a glória de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que assim, meus irmãos, ficai firmes e mantenham as tradições que haveis recebido, ora por meio da pregação, ora por carta nossa. E Nosso Senhor Jesus Cristo, e Deus, nosso Pai, que nos amou, e deu eterno consolo, e boa esperança pela graça, alente vossos corações e os confirme em toda obra e palavra boa. - 2 Tessalonicenses 2,10-16


Depois de indicar a quem seduzirá o Anticristo, a saber, os destinados à condenação, aqui explica o porque do dito e como serão seduzidos; os fiéis, pelo contrário, como serão livrados.


Assim mesmo indica só sua culpa, a pena com a culpa, só a pena.


E este é o passo-a-passo com que procede o pecado: que
primeiro é um desamparado da graça pelo demérito do primeiro pecado, e cai em outro pecado (porque um abismo chama a outro abismo), e por último na condenação eterna.

Disse pois que a causa pela qual serão enganados é o não haver recebido e amado a verdade, isto é, a verdade do Evangelho (Jo 8; Jó 24); e diz: “caridade da verdade”, porque, ao não estar informada a fé pela caridade, não tem nenhum valor (1Co 13; Gal. 6).

E acrescenta o proveito que trai a verdade dizendo: “a fim de salvar-se” (Rm 5). Mas, por culpa de não haver recebido a verdade, a pena será seu engano; de donde diz: “enviará”, isto é, permitirá que obre neles “o artifício do erro” (Is 19; 3 Reis 22).


Por isso diz: “com que creiam na mentira”, isto é, na falsa doutrina do Anticristo (Rm 1). Mas a pena é a eterna condenação; donde acrescenta: “para que sejam condenados”, com sentença de condenação (Jo 5), “todos os que não creram na verdade” (Jo 3).

 

 

 

São Tomás de Aquino

____________________________________________

O texto que apresentamos aos nossos leitores é parte de um comentário da Segunda Carta de São Paulo aos Tessalonicenses feito pelo Doutor dos Santos e o mais Santo dos Doutores da Igreja, isto é, de Santo Tomás de Aquino. A tradução para a língua portuguesa foi feita por Rodrigo Santana através de um texto editado em castelhano disponível no site da Congregação para o Clero (http://www.clerus.org) e vertido do latim de Sancti Thomae Aquinatis Doctoris Angelici super Secundam Epístolam Sancti Pauli Apostoli ad Thessalonicenses expositio publicado por Petri Marietti em 1896. A versão da epístola comentada por Santo Tomás é a da Vulgata de São Jerônimo. Essa também foi a utilizada nesta tradução do comentário.


____________________________________


Disponivel em: Aparição de La Salette