Adsense Teste

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Como morrerá o Anticristo




Vós já sabeis a causa que agora o detém, até que seja manifestado a seu tempo. O fato é que já vai obrando o mistério da iniquidade; entretanto, o que está firme agora mantenha-se até que seja tirado o impedimento. E então se deixará ver aquele perverso, a quem o Senhor Jesus matará com o alento de sua boca e destruirá com o resplendor de sua presença aquele iníquo que virá com o poder de Satanás, com toda sorte de milagres, de sinais e falsos prodígios, e com todas as ilusões que podem conduzir à iniquidade àqueles que se perderam, por não haver recebido e amado a verdade a fim de salvarem-se. - 2 Tessalonicenses 2,6-9

 

Ao dizer logo: “e então se deixará ver”, põe-se a chegada do iníquo e sua pena; primeiro sua manifestação, logo sua pena.


Quanto ao primeiro diz: aquele, o único, iníquo, perverso, se deixará ver, porque sua culpa se fará patente, “a quem o Senhor Jesus matará com o alento de sua boca”.

“O zelo do Senhor dos exércitos é o que fará estas coisas” (Is 9,7), isto é, o zelo da justiça, que é amor; porque o espírito de Cristo é o amor de Cristo, e este zelo é o que o Espírito Santo tem para com a Igreja.


Ou com o alento de sua boca, isto é, por ordem dela; porque São Miguel lhe dará morte no Monte das Oliveiras, de onde Cristo subiu aos céus.


De sorte parecida encontrou seu fim Juliano o Apóstata, executado por mão divina.

E esta é a pena presente, embora também será castigado com a eterna, porque “o destruirá com o resplendor de sua presença”, isto é, com sua chegada que tudo o porá como um sol (1Co 4).

E o destruirá, digo, com a eterna condenação (Sl. 27).


Diz também resplendor, porque
o Anticristo pareceu encher de trevas a Igreja, e as trevas são desterradas pelos resplendores; porque tudo o que o Anticristo dará a conhecer será demonstrado haver sido engano.


“aquele iníquo que virá com o poder de Satanás”.


Prediz o poder do Anticristo, para seduzir, e a causa deste poder de sedução, a justiça do Senhor, “por não haver recebido e amado a verdade para salvar-se os que pereceram”.


Põe também ao autor deste poder, o modo de seduzir, os seduzidos ou enganados. O autor deste poder é o diabo; por isso Cristo o destruirá, que para isso veio, “para desfazer as obras do diabo” (1Jo 3,8).

 

 

São Tomás de Aquino

____________________________________________

O texto que apresentamos aos nossos leitores é parte de um comentário da Segunda Carta de São Paulo aos Tessalonicenses feito pelo Doutor dos Santos e o mais Santo dos Doutores da Igreja, isto é, de Santo Tomás de Aquino. A tradução para a língua portuguesa foi feita por Rodrigo Santana através de um texto editado em castelhano disponível no site da Congregação para o Clero (http://www.clerus.org) e vertido do latim de Sancti Thomae Aquinatis Doctoris Angelici super Secundam Epístolam Sancti Pauli Apostoli ad Thessalonicenses expositio publicado por Petri Marietti em 1896. A versão da epístola comentada por Santo Tomás é a da Vulgata de São Jerônimo. Essa também foi a utilizada nesta tradução do comentário.

____________________________________

Disponivel em: Aparição de La Salette