Adsense Teste

terça-feira, 19 de julho de 2016

A Biblioteca do Vaticano já está na internet


A Biblioteca Apostólica Vaticana, mais conhecida simplesmente como “Biblioteca do Vaticano”, foi criada oficialmente em 1475, embora na verdade seja muito mais antiga.

Foi em 1451, quando o Papa Nicolau V, bibliófilo (colecionador de livros), procurou tornar Roma, novamente, um centro acadêmico de importância mundial, fundando uma biblioteca relativamente modesta com mais de 1.200 volumes, que incluíam sua coleção pessoal de clássicos da antiguidade clássica grega e romana, e uma série de textos trazidos de Constantinopla.

 
Hoje, a Biblioteca do Vaticano possui cerca de 75.000 códices, 85.000 incunábulos (ou seja, as edições feitas entre a invenção da imprensa e o século XVI) e um total de mais de um milhão de livros, da era pré-cristã à contemporânea, tanto em línguas ocidentais quanto orientais, cobrindo assuntos que vão desde a literatura e a teologia, até matemática e ciências sociais, para citar alguns.

E agora tudo isso está sendo digitalizado. Pouco a pouco. E está disponível para qualquer pessoa com acesso à Internet. E gratuito para download, aliás, no formato JPEG.

 
Já podem ser consultados, neste link, manuscritos, incunábulos e códices que foram devidamente digitalizados utilizando tecnologia IIIF (International Interoperability Image Framework), que permite acesso fácil e imediato a, pelo menos, duas coleções: uma de manuscritos selecionados (os primeiros que foram digitalizados foram os mais significativos, como uma cópia de uma Bíblia prefaciada e comentada por São Jerônimo, por exemplo), e uma de códices, incluindo coleções astecas.



Daniel R. Esparza
________________________________________________
Aleteia