Adsense Teste

sábado, 21 de maio de 2016

Obrigado Mãe, Maria de Nazaré


Como falar das mães sem falar de Maria, sem falar da alegria de se ter uma Mãe no céu, mãe principal, uma santa mulher que se fez mãe de Jesus? Que se fez mãe de um Deus verdadeiro, porque Cristo é Deus.

Como falar das mulheres e não dizer que uma mulher firme e forte disse um sim a Deus aceitou sua determinação e tudo aconteceu naquela pequenina cidade de Nazaré? Maria, tu és magistral.

Como falar de Cristo, um Deus que se tornou gente para nos salvar dos pecados sem falarmos de uma Mulher, de uma mulher que teve a coragem de não abortar, mesmo com tantos comentários maldosos a seu respeito, foi em frente na sua gravidez, fez isto para que os planos do Senhor Deus acontecessem, ela quis ser fiel, e foi a seu Deus, mesmo sabendo que um possível apedrejamento poderia haver, pois isto era lei dos homens, mas ela confiava mais na lei do seu Deus, e nele se fortalecia com o filho Jesus em seu ventre.

Como falar da criatura humana, tão meiga e tão bela, como falar das mães, sem falar de Maria, santa Maria? Cumpriu sua missão elaborada por Deus sem muitas exigências mesmo sabendo que o seu gesto traria ao mundo uma mudança radical de vida, traria a muitos e muitos que aceitassem seu filho Jesus sem fanatismo nem demagogias, só crendo fielmente a salvação eterna. Tu és, Maria, fenomenal.

Como falar de afeto de Mãe sem nos lembramos da mãe maior, a Mãe Maria?

Como falar de amor de Mãe sem nos lembramos primeiro do amor de Maria, santa mãe de Deus, Maria que expõe ao mundo um amor sem cobranças, sem reticências, um amor sublime e divinal? Se podemos falar isto de uma mulher, falaremos principalmente de Maria, mulher que foi e é tudo isso e muito mais do que possamos imaginar.

Falaremos de Maria somente como a Maria de Nazaré, simplesmente mulher, simplesmente gente, simplesmente serva fiel do Senhor Deus, que traz ao mundo através do seu gesto de obediência a Deus, o filho Jesus que é a esperança de salvação, traz à humanidade o Justo Juiz por quem todos seremos um dia julgados. És sim, Maria, gente da gente, és sim, Maria, demais. 

Naqueles tempos não era nada fácil ser mãe, quanto mais mãe do Nosso Senhor Salvador, mas em sua simplicidade ela educou seu filho, fez tudo que uma mãe deve fazer por um filho amado, não o abandonou em seu sofrimento, esteve aos pés da cruz, chorou, na morte não o abandonou, sua fé em Deus a sustentou, fez com que a coragem desabrochasse em seu coração de ser fiel ao Senhor Deus dos necessitados, o seu Salvador, e por certo este Deus a amparou naquela hora mais que sofrida.

Simples, acho eu, ela caminhou ao lado do seu filho, o fortalecendo quando carregava a sua cruz porque acreditava nele e sabia a sua função na Terra, e eu também acredito que Deus vendo sua simplicidade sem complicar fortalece  Maria que aceita a tudo com resignação de alma sofrida, sem confusões e sem questionamentos, pois sabia, se via ali um projeto do seu Deus. Senhor Javé.

Alguns do mundo podem não gostar de Maria, nós a amamos, explicações para este amor não buscamos, pois para amar não se busca explicações, podemos procurar mil e uma formas para explicar o amor, mas não conseguiremos, isto é dom de Deus. Somente sabendo quem fora e quem é Maria, aí aprenderemos a amá-la mais e mais. Eu a chamo Mãe do meu Salvador, única Maria, não preciso falar mais que isto, pois ela em seu gesto de aceitação da sua missão já disse tudo que tinha que dizer, em seu gesto de serva fiel dizendo a Deus um sim ela mostrou ao mundo ser digna de ser a mãe do nosso salvador, que bom se todos dessem a Deus um sim como Maria o deu.

Podem alguns do mundo cogitar palavras, ditar fórmulas para não engrandecer a Maria, mas Maria sendo a simplicidade em pessoa não se abala, ela tem os seus filhos que a amam e sabe, mora nos corações destes, estes filhos não querem e nem buscam explicações do que é inexplicável, Deus quis que Jesus tivesse o maior tesouro do homem, sua mãe, e incumbiu Maria de ser a mãe de Jesus, pronto isto basta, como seria eu contrário a Deus não aceitando Maria?

Maria me faz dizer a todos “ame a sua mãe”, pois o Senhor Jesus amou demais a Maria, sua mãe, sejamos exemplos de Jesus. Tenho certeza, Deus também amou e ama demais aquela que Ele gerou para ser a mãe de seu filho, Jesus, nosso Salvador.

E finalizando digo: Obrigado, Senhor Jesus, pela sua mãe, pela minha mãe, pela nossa mãe, se temos Jesus como salvador, se temos Maria como nossa mãe, não seremos órfãos nunca de Pai ou Mãe, pois Jesus e Maria sempre suprirá esta orfandade. Trazem os católicos nas traseiras dos seus carros: “Peça à mãe que o Filho atende!” Pedir a Maria é certeza que Jesus atende e nos leva ao pai, pois isto é incumbência dele.

És linda, mãe, és linda, Maria, és mãe de Jesus, que bom elevar teu nome neste dia reservado às mães, falando de ti, lembrando do Pai e do filho buscando ter sobre nós o Espírito Santo. Obrigado, mãe da Terra. Obrigado, mãe do céu. Obrigado, Mãe Maria. Amém.



Wilame Lima Silva
_______________________________________________
Ajudas de Vida